Avaliação da qualidade do composto orgânico produzido por meio de compostagem doméstica

Autores

Palavras-chave:

Compostagem, Resíduos orgânicos, Resíduos urbanos, Resíduos domésticos, Resíduos sólidos, Tratamento de resíduos

Resumo

A geração descomedida e o tratamento final inadequado dos resíduos sólidos urbanos constituem um dos maiores problemas ambientais da sociedade moderna. Em vista desse cenário e do cumprimento aos parâmetros propostos pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos, a compostagem doméstica surge como alternativa para remediar esta problemática. A prática consiste na utilização dos resíduos orgânicos residenciais para produção de fertilizante composto em pequena escala. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a condução e a eficiência da produção de composto orgânico em composteira doméstica. Os resíduos orgânicos domésticos foram acumulados diariamente na composteira, juntamente com o componente seco (folhas, pó de serra e composto orgânico). As composteiras domésticas foram confeccionadas com recipientes com capacidade de 20 litros. Durante o processo, foram monitoradas a temperatura, umidade e aeração. Para identificar a eficiência do processo e a qualidade do composto, foram realizadas análises de pH, Carbono (C), Nitrogênio (N) e relação C/N. A partir desse experimento, conclui-se que a compostagem doméstica é uma alternativa para destinação dos resíduos orgânicos gerados em ambientes domésticos, pois as análises químicas indicaram que o pH ficou entre 7,1 e 7,9; o tratamento com pó de serra apresentou 18,25% de carbono; os tratamentos com pó de serra e com folhas apresentaram o nitrogênio acima de 0,5% e a relação C/N dos tratamentos com folha e composto orgânico ficaram abaixo de 20/1, resultados dentro das faixas preconizadas na  Instrução Normativa SDA N° 61/2020, para estes parâmetros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Oliveira Carneiro, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil

Aluna da Graduação em Engenharia Ambiental, UFRPE

Juliana Olimpio do Nascimento , Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Brasil

Estudante Graduação Engenharia Ambiental

Lucas Mota França dos Santos, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Brasil

Estudante de Engenharia Ambiental

Rossanna Barbosa Pragana, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Brasil

Professora do bacharelado em Engenharia Ambiental, UFRPE.

Referências

AGUIAR, E. S.; RIBEIRO, M. M.; VIANA, J. H.; PONTES, A. N. Panorama da disposição de resíduos sólidos urbanos e sua relação com os impactos socioambientais em estados da Amazônia brasileira. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 13, e20190263, 2021. https://doi.org/10.1590/2175-3369.013.e 20190263.

ARROBAS, M.; TAXA, J.; PEREIRA, M.; GONÇALVES, A. Projecto – piloto de compostagem doméstica em Bragança. Instituto Politécnico de Bragança: Qualidade do Ambiente Urbano: Novos Desafios. Portugal, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA (ABRELPE). (2022) Panorama da gestão de resíduos sólidos no Brasil. São Paulo: ABRELPE.

BARRENA, R.; FONT, X .; GABARRELL, X.; SÁNCHEZ, A. Compostagem doméstica versus compostagem industrial: Influência do sistema de compostagem na qualidade do composto com foco na estabilidade do composto. Gerenciamento de resíduos, v. 34, n. 7, pág. 1109-1116, 2014.

BOSCO et al. Contextualização teórica: compostagem e vermicompostagem In: Compostagem e vermicompostagem de resíduos sólidos: resultados de pesquisas acadêmicas [livro eletrônico] / organização de Tatiane Cristina Dal Bosco. – São Paulo: Blucher, 2017. 266 p

BRASIL. LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências.

Brasil. Fundação Nacional de Saúde. Compostagem familiar: conceitos básicos a respeito da compostagem natural com o objetivo de incentivar o aproveitamento de parte significativa de resíduos sólidos/ Fundação Nacional de Saúde. – Brasília : Funasa, 2013. Disponível em: <http://www.funasa.gov.br/documents/20182/39040/Compostagem+Familiar.pdf>, acesso em 29/10/2022

BREMNER, J. M; MULVANEY, C. S. Nitrogen-Total. In: PAGE, A. L.; MILLER, R. H.; KEENEY, D. R. (eds). Methods of soil analysis. Chemical and microbiological properties. Part. 2. Madison, ASA-SSSA, 1982. p. 595-624. (Agronomy Monograph, 9).

FAVERIAL, J.; SIERRA, J. Home composting of household biodegradable wastes under the tropical conditions of Guadeloupe (French Antilles). Journal of Cleaner Production, v. 83, p. 238–244, 2014.

KAUR, T. "Vermicomposting: An Effective Option for Recycling Organic Wastes", in Organic Agriculture. London, United Kingdom: IntechOpen, 2020 [Online]. Available: https://www.intechopen.com/chapters/71592 doi: 10.5772/intechopen.91892

KIEHL, E. J. Fertilizantes orgânicos. Ed. Ceres, Piracicaba, 1985. 492p.

KUMAR, P. R. AMBIKA J.; SOMASHEKAR, R. K.; Assessment of the performance of different compost models to manage urban household organic solid wastes. Clean Techn Environ Policy; pp. 473–484; Department of Environmental Science, Bangalore University, Bangalore, India, 2009.

LEAL, M. A. A; GUERRA, J. G. M.; ESPINDOLA, J. A. A.; ARAÚJO, E. S. Compostagem de misturas de capim-elefante e torta de mamona com diferentes relações C:N. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental v.17, n.11, p.1195–1200, 2013 Campina Grande, PB, UAEA/UFCG – http://www.agriambi.com.br

LLEÓ, T.; ALBACETE, E.; BARRENA, R.; FONT, X.; ARTOLA, A.; SÁNCHEZ, A. Home and vermicomposting as sustainable options for biowaste management. Journal of Cleaner Production, v. 47, p. 70– 76, 2013.

LOPES SOBRINHO, O. P.; PEREIRA, A. I. S.; CASTRO JÚNIOR, W. L.; OLIVEIRA, L. S.; XAVIER, R. S. SILVA, T. T.; SILVA, L. F. B.; COSTA, D. A. S.; CANTANHEDE, E. K. P. Compostagem de resíduos orgânicos provenientes do restaurante do IFMA – Campus Codó. Nativa, Sinop, v.5, esp., p.491-496, dez. 2017. http://www.ufmt.br/nativa

LÓPEZ, M.; et al. Intelligent composting assisted by a wireless sensing network waste management. Waste Management.V.34. p. 738-746. 2014.

MANU, M. K.; KUMAR, R.; GARG, A. Decentralized composting of household wet biodegradable waste in plastic drums: Effect of waste turning, microbial inoculum and bulking agent on product quality. Journal of Cleaner Production, v. 226, p. 233-241, 2019. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2019.03.350

MARCHI, C. M. D. F.; GONÇALVES, I. de O. Compostagem: a importância da reutilização dos resíduos orgânicos para a sustentabilidade de uma instituição de ensino superior. Revista Monografias Ambientais, [S. l.], v. 1, p. e1, 2020. DOI: 10.5902/2236130841718. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/remoa/article/view/41718. Acesso em: 9 jan. 2023.

Moqsud, M.A.; Bushra, Q. S.; Rahman, M. H. Composting barrel for sustainable organic waste management in Bangladesh. Waste Management & Research, v 29(12), p 1286-93, 2011. doi: 10.1177/0734242X10383621. Epub 2010 Sep 24. PMID: 20870692.

OLIVEIRA, G. A.; KAUFMANN, K. P.; COPETTI, A. C. C. Educação ambiental na escola: reciclando resíduos orgânicos. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 3, 4 dez. 2020.

RASAPOOR, M. NASRABADI, T.; KAMALI, M. HOVEIDI, H. The effects of aeration raté on generatéd compost quality, using aeratéd static pile method. Waste Management, v. 29, p. 570–573, 2008.

ROMA, J. C. Os objetivos de desenvolvimento do milênio e sua transição para os objetivos de desenvolvimento sustentável. Ciência e cultura, v. 71, n. 1, p. 33-39, 2019.

SNYDER, J. D; TROFYMOW, J. A. A rapid accurate wet oxidation diffusion procedure for determining organic and inorganic carbon in plant and soil samples. Commun. Soil Science and Plant Analysis. 15: 587- 597 (1984).

TROMBETTA, L. J; TURCHETTO, R; DA ROSA, G. M; VOLPI, G. B; BARROS, S; DA SILVA, V. R. Resíduos Orgânicos e suas implicações com o carbono orgânico e microbiota do solo e seus potenciais poderes poluentes. Brazilian Journals of Development, Curitiba, v. 6, n 7, p. 43996-44005, jul. 2020. DOI:10.34117/bjdv6n7-134.

VIEIRA, M. C.; MENESES, R. M.; MICHELS, R. N.; DAL BOSCO, T. C. Comportamento da temperatura durante o processo de compostagem de resíduos domiciliares em pequena escala. Justiça Climática no Antropoceno, v. 13, n. 1, 2021.

VICH, D. V.; MIYAMOTO, H. P.; QUEIROZ, L. M.; ZANTA, V. M. Household food-waste composting using a small-scale composter. Revista Ambiente e Água, Taubaté, v. 12, n. 5, p. 718-729, 2017.

ZAGO, V. C. P ; BARROS, R. T. V. Gestão dos resíduos sólidos orgânicos urbanos no Brasil: do ordenamento jurídico à realidade Management. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental, v.24 n.2, p. 219-228, 2019.

Downloads

Publicado

2024-04-25

Como Citar

Oliveira Carneiro, G., Olimpio do Nascimento, J., Mota França dos Santos, L., & Barbosa Pragana, R. (2024). Avaliação da qualidade do composto orgânico produzido por meio de compostagem doméstica . Revista Geama, 10(1), 20–27. Recuperado de https://ead.codai.ufrpe.br/index.php/geama/article/view/5479

Edição

Seção

ARTIGOS