O ESPAÇO-SÍMBOLO DE TEOLINDA GERSÃO EM PAISAGEM COM MULHER E MAR AO FUNDO

Juliana Barros de Souza

Resumo


Diante disso, a análise proposta nesse ensaio é estudar a configuração do espaço e como os temas problematizados pela autora se configuram nos espaços narrativos da obra Paisagem com mulher e mar ao fundo. Assim, os temas da ditadura, morte, vida, a questão feminina, o amor, a arte e, principalmente, a memória são apresentadas como espaços físicos quando não abstratos e levemente surreais.

Palavras-chave


Literatura

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BOZKURT, Suzan. The dichotomy of Love and death in the fictional work of Teolinda Gersão. Março de 2011. 180 folhas. Dissertação de Mestrado em Filosofia da Universidade de Birmingham, Departamento de Estudos hispânicos. Disponível em < http://etheses.bham.ac.uk/2836/1/Bozkurt_11_MPhil.pdf>. Acesso em 25 de fevereiro de 2014.

COSTA, Daniela Aparecida da. Ficção e História em Paisagem com mulher e mar ao fundo. XII Congresso Internacional da ABRALIC. UFPR – Curitiba. 2011. Disponível em < http://www.abralic.org.br/anais/cong2011/AnaisOnline/resumos/TC0400-1.pdf> . Acesso em 23 de fevereiro de 2014.

FOUCAULT, Michel. O corpo utópico: as heteropias. N-1 Edições: N/D, 2013

GERSÃO, Teolinda. Paisagem com mulher e mar ao fundo. Lisboa: O Jornal, 1985.

PAIVA, José Rodrigues de. A literatura portuguesa contemporânea e o fim do século: esboço de balanço, exercício de reflexão. Atas do I Encontro de Estudos Portugueses do Brasil. V. 1. Universidade de São Paulo. 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista MILBA