Análise clínica e histológica de feridas cirúrgicas de cadelas tratadas com um composto fitoterápico de Calendula officinalis, Aloe vera, Symphytum officinale L., Vitis vinifera, D-Pantenol e Benzoato de Denatônio®

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26605/medvet-v16n1-3611

Palavras-chave:

cão, cicatrização, fitoterapia, pele

Resumo

Esse experimento teve como objetivo avaliar o potencial cicatricial de uma loção fitoterápica formulada com Calendula officinalis – 1,0%, Aloe vera – 1,0%, Symphytum officinale L. – 1,0%, Vitis vinifera – 1,0%, D-Pantenol – 3,0% e Benzoato de Denatônio – 0,02%, (PSK Repair System®) que foi aplicada topicamente sobre feridas cirúrgicas de cadelas. O grupo experimental foi composto por 30 cadelas que foram submetidas à ovariohisterectomia (OH), sendo realizada uma incisão de cinco centímetros na linha abdominal ventral para acesso cirúrgico, e a ferida foi dividida em duas partes iguais de 2,5 cm. No pós-operatório foi aplicada diariamente, durante sete dias, sobre a parte cranial a loção fitoterápica (Grupo Tratado - GT), enquanto que na parte caudal foi aplicada uma loção à base de vaselina (Grupo Controle - GC). Com sete (D7), 14 (D14) e 21 (D21) dias foram escolhidas aleatoriamente cinco pacientes de cada grupo para realização de análise macroscópica da ferida cirúrgica e exame histopatológico. Clinicamente se observou que no GT houve melhora no processo de reparação tecidual, fato esse que foi reforçado pelo exame histopatológico no qual foi possível observar que a presença de infiltrados mononucleares foi menor, enquanto que a presença de fibroblastos e neovascularização se apresentaram de forma mais efetiva que no GC. Diante dos achados, conclui-se que a loção fitoterápica agiu sobre a ferida cirúrgica ajudando no reparo tecidual, suscitando subsídios científicos que fundamentem seu uso como cicatrizante na rotina cirúrgica veterinária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aro, A.A.; Peres, M.O.; Vieira, C.P.; Esquisatto, M.A.; Rodrigues, R.A.; Gomes, L.; Pimentel, E. R. Effect of Calendula officinalis cream on achilles tendon healing. The Anatomical Record, 298(2): 428-435, 2015.

Atiba, A.; Eno, H.; Uzuka, Y. The effect of Aloe vera oral administration on cutaneous wound healing in type 2 diabetic rats. Journal of Veterinary Medical Science, 73(5): 583-589, 2011.

Carvalho, A.C.B.; Silveira, D. Drogas vegetais: uma antiga nova forma de utilização de plantas medicinais. Brasília Médica, 48(2): 219-237, 2010.

Costa, A.; Lindmark, L.; Arruda, L.H.F.; Assumpção, E.C.; Ota, F.S.; Pereira, M.O.; Langen, S.S.B. Clinical biometric and ultrasound assessment of the effects of daily use of a nutraceutical composed of lycopene, acerole extract, grape seed extract and Biomarine complex in photoaged human skin. Anais Brasileiros de Dermatologia, 87(1): 52-61, 2012.

Estevão, L.R.M.; Mendonça. F.S.; Baratella-Evêncio, L.; Simões, R.S.; Barros, M.E.G.; Arantes, R.M.E.; Rachid, M.A.; Evêncio-Neto, J. Effects of aroeira (Schinus terebinthifoliu Raddi) oil on cutaneous wound healing in rats. Acta Cirúrgica Brasileira, 28(3): 202-209, 2013.

Faleiro, C.C.; Elias, S. T H.; Cavalcanti, L.C.; Cavalcanti, A.S.S. O extrato das folhas de babosa, Aloe vera na cicatrização de feridas experimentais em pele de ratos, num ensaio controlado por placebo. Natureza online, 7(2): 56-60, 2009.

Fonseca, R.J.; Barber, H.; Frost, D.; Power, M. Trauma bucomaxilofacial. 4a ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015. 876p.

Isaac, C.; Ladeira, P.R.S.; Rêgo, F.M.P.; Aldunate, J.C.B.; Ferreira, M.C. Processo de cura das feridas: cicatrização Fisiológica. Revista de Medicina, 89(3-4): 125-131, 2010.

Mendonça, F.A.S.; Passarini Júnior, J.R.; Esquisatto, M.A.M.; Mendonça, J.S.; Franchini, C.C.; Santos, G.M.T. Effects of the application of Aloe vera (L.) and microcurrent on the healing of wounds surgically induced in wistar rats. Acta Cirúrgica Brasileira, 24(2): 150-55, 2009.

Montenegro, S. Proteína e cicatrização de feridas. Revista Nutricias, 1(14): 27-30, 2012.

Oliveira, I.V.P.M.; Dias, R.V.C. Cicatrização de feridas: fases e fatores de influência. Acta Veterinária Brasílica, 6(4): 267-271, 2012.

Pagnano, L.O.; Baraldi-Artoni, S.M.; Pacheco, M.R.; Santos, E.; Oliveira, D.; Lui, J.F. Morfometria de fibroblastos e fibrócitos durante o processo cicatricial na pele de coelhos da raça Nova Zelândia Branco tratados com calêndula. Ciência Rural, 38(6): 1662-1666, 2008.

Parente, L.M.L.; Silva, M.S.B.; Brito, L.A.B.; Lino-Júnior, R.S.; Paula, J.R.; Trevenzol, L.M. F.; Zatta, D.T.; Paulo, N.M. Efeito cicatrizante e atividade antimicrobiana da Calendula officinalis L. cultivada no Brasil. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, 11(4): 383-391, 2009.

Polacow, M.L.O.; Dib-Giusti, H.H.K.; Leonardi, G.R.; Vieira, C.E.C.; Guirado, G.N.; Zague, V.; Di Pierro, R.; Ribeiro, M.C.A.P.; Pires-Campos, M.S.M. Efeito do ultrassom e do D-Pantenol na regeneração tegumentar. Revista Brasileira de Fisioterapia, 9(3): 365-371, 2005.

Simões, C.M.O.; Schenkel, E.P.; Gosmann, G.; Mello, J.C.P.; Mentz, L.A.; Petrovick, P.R. Farmacognosia da planta ao medicamento. 6a ed. Porto Alegre: Artmed, 2016. 502p.

Takzare, N.; Hosseine, M.J.; Hasanzadeh, G.; Mortazavi, H.; Takzare, A.; Habibi, P. Influence of Aloe vera gel on dermal wound healing process in rat. Toxicology Mechanisms and Methods, 19(1): 73-77, 2009.

Downloads

Publicado

2022-04-06

Como Citar

Ferreira, M. S. da S., Aleixo, G. A. de S., Mendonça, F. de S., Evêncio Neto, J., Penaforte Junior, M. A., Trajano, S. C., Melo, K. D., Gonçalves, S. R. F., Camargo, K. S., & Galeas, G. R. (2022). Análise clínica e histológica de feridas cirúrgicas de cadelas tratadas com um composto fitoterápico de Calendula officinalis, Aloe vera, Symphytum officinale L., Vitis vinifera, D-Pantenol e Benzoato de Denatônio®. Medicina Veterinária (UFRPE), 16(1), 8–17. https://doi.org/10.26605/medvet-v16n1-3611

Edição

Seção

Clínica e cirurgia de pequenos animais