UMA ANÁLISE MULTIMODAL DA REPRESENTAÇÃO DE MULHERES EM UM LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA INGLESA USADO NO SERTÃO DE PERNAMBUCO

Autores

  • Larissa de Pinho Cavalcanti UFRPE-UAST
  • Jussara Barbosa da Silva UFRPE-UAST

Palavras-chave:

representação da mulher, multimodalidade, livro didático

Resumo

Esse trabalho é um recorte da pesquisa de iniciação científica (PIBIC), em que investigamos a representação das mulheres nos livros didáticos de língua inglesa em uma perspectiva multimodal. Aqui, apresentamos uma das análises desenvolvida com base no livro didático de língua inglesa utilizado nas escolas públicas no Sertão do Pajeú no período da pesquisa (2019 a 2020). Os materiais didáticos são recursos vitais no que se refere ao combate às desigualdades de gênero em sala de aula, uma vez que, muitos ainda estimulam em textos verbais e não verbais a segregação entre mulheres e homens. Para nossa investigação, utilizamos os documentos norteadores da educação, como as OCEM e o PNLD, além dos trabalhos de Brigolla e Ferreira (2013); Vilaça (2019); Louro (2003); Auad (2006) sobre gênero e escola, bem como Pereira (2007), Tílio (2010) e Kress e van Leeuwen (2006) para análise multimodal de discursos nos livros didáticos de língua inglesa. No contexto amplo da pesquisa identificamos a representação predominante de mulheres brancas do ramo do entretenimento. Na análise que trazemos aqui, é possível compreender que os discursos que subjazem a representação das mulheres nos livros didáticos para ensino de língua inglesa ainda reproduzem ideologias sexistas e valores conservadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa de Pinho Cavalcanti, UFRPE-UAST

Professora Assistente da Licenciatura Plena em Letras da UFRPE-UAST

Jussara Barbosa da Silva, UFRPE-UAST

GRaduanda em Letras Inglês-Português. Ex-bolsista do Programa de Residência Pedagógica. Bolsista de Iniciação Científica.

Referências

AKOTIRENE, Carla. O que é interseccionalidade?. Belo Horizonte – MG: Letramento: Justificando, 2018.

AUAD, Daniela. Como Educar Meninas e Meninos: relações de gênero na escola. Contexto, 96 p. São Paulo, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Guia de Livros Didáticos PNLD, 2017: Língua Estrangeira Moderna: Espanhol e Inglês Ensino Fundamental anos finais/Ministério da Educação – Secretaria de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Brasília, DF, 2016. 92 p. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/pnld-2017/index.html> Acesso em 10 de out. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Guia de Livros Didáticos PNLD, 2015: Língua Estrangeira Moderna: Espanhol e Inglês Ensino Fundamental anos finais/Ministério da Educação – Secretaria de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Brasília, DF, 2014. 55 p. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/index.php/programas/programas-do-livro/pnld/guia-do-livro-didatico/item/5940-guia-pnld-2015> Acesso em 19 de maio 2020.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Ministério da Educação Orientações Curriculares para o Ensino Médio – Linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília, 2006. Disponível em: Acesso em 10 de nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD, 2018: inglês - guia de livros didáticos - Inglês Ensino médio/Ministério da Educação – Secretaria de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Brasília, DF, 2017. 87 p. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/pnld-2017/#> Acesso em 20 de dez. 2019.

BRIGOLLA, Fernanda de Cássia; FERREIRA, Aparecida de Jesus. A representação do Gênero Feminino nos Livros Didáticos de Língua Inglesa. V. 06, n. 14. Revista Uniabeu, 2013.

GUALBERTO, Clarice Lage. Multiletramentos a partir da Gramática do Design Visual: possibilidades e reflexões. Universidade de Minas Gerais. Anais do SILEL v. 3, nº 1, 2013.

HOLANDA, Maria Eldelita Franco. A multimodalidade no CD-ROM Interchange Third Edition: uma investigação à luz da Gramática do Design Visual. Tese apresentada ao programa de Pós-Graduação em Linguística. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2013.

KRESS, Gunther. “What is multimodality?”. In: Multimodality Key Concepts. 2012. Londres: mode, Instituto de Educação, Universidade de Londres. 10min. Col. Son. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=nt5wPIhhDDU> Acesso em: 19 de mar. 2020.

KRESS, Gunther; VAN LEEUWEN, Theo. Reading images: the grammar of visual design. 2a ed. Londres: Routledge, 2006.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

NOVELINO, Marcia Olivé. Fotografias em livro didático de inglês como língua estrangeira: análise de suas funções e significados. Departamento de Letras. PUC, Rio de Janeiro, 2007.

PEREIRA, Ariovaldo Lopes. Representações de gênero em Livros Didáticos de Língua Estrangeira: Discursos Gendrados e suas Implicações para o Ensino. Editora Mercado de Letras. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, 2007.

TAVARES, Kátia; FRANCO, Claudio. Way to go. Língua estrangeira moderna – Inglês, 2º ano do ensino médio. Editora Ática. 1ª edição, São Paulo, 2016.

TÍLIO, Rogério Casanovas. Gênero e Sexualidade nos Livros didáticos de Inglês: Ainda Tabus? Cadernos de Letras (UFRJ) n.26 – jun. 2010.

VAN DIJK, Teun. El análisis crítico del discurso. In: Anthropos. Barcelona. 1999, p. 23-36. Disponível em: <http://www.discursos.org/oldarticles/El%20an%E1lisis%20cr%EDtico%20del%20discurso.pdf > Acesso em: 30 julho 2015.

VILAÇA, Márcio Corrêa Luiz. O material Didático no Ensino de Língua Estrangeira: Definições, Modalidades e Papéis. Revista Eletrônica do Instituto de Humanidades. Unigranrio, 2019.

Downloads

Publicado

2022-02-01

Como Citar

Cavalcanti, L. de P., & Barbosa da Silva, J. (2022). UMA ANÁLISE MULTIMODAL DA REPRESENTAÇÃO DE MULHERES EM UM LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA INGLESA USADO NO SERTÃO DE PERNAMBUCO. Entheoria: Cadernos De Letras E Humanas ISSN 2446-6115, 8(2), 05–22. Recuperado de http://ead.codai.ufrpe.br/index.php/entheoria/article/view/4380