AVENTURAS DE DIÓFANES: A PERSONAGEM DE FICCÇÃO NO ILUMINISMO LUSÓFONO

A PERSONAGEM DE FICCÇÃO NO ILUMINISMO LUSÓFONO

Autores

  • Allan Alves PUC-RIO

Palavras-chave:

TERESA MARGARIDA DA SILVA E ORTA, LITERATURA BRASILEIRA, LITERATURA PORTUGUESA

Resumo

Nesse artigo buscaremos analisar a condição feminina presente romance Aventuras de Diófanes, de Teresa Margarida da Silva e Orta, postulando como a tradição das histórias das literaturas nacionais de Brasil e Portugal, por meio da origem nacional da autora e da condição proibitiva da escrita feminina, a articulam num espaço amorfo da história literária, num autêntico caso de átopos cultural do império e da colônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, Márcia. Os Caminho dos livros. 2 Ed. Campinas: Mercado de Letras, Associação de Leitura do Brasil (ALB); São Paulo: FAPESP, 2012.

ATHAYDE, Tristão de. Teresa Margarida da Silva e Orta: precursora do romance brasileiro. Revista do Brasil, nº 35, Rio de Janeiro, maio de 1941.

BLOEM, Rui. O primeiro romance brasileiro: retificação de um erro da história literária do Brasil. Revista do Arquivo Municipal Vol. LI, São Paulo, 1938.

BOSI, Alfredo. História Concisa da Literatura Brasileira. 41 ed. São Paulo: Cultrix, 1994.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira. 6 ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1981.

COUTINHO, Afrânio. A Literatura no Brasil. 2 ed. Vol. II. Rio de Janeiro: Editorial Sul Americana, 1969.

ENNES, Ernesto. Uma escritora portuguesa do século XVIII. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, Vol. XXXV, dezembro de 1938.

______. Dois Paulistas Insignes – Primeiro Volume: José Ramos da Silva e Matias Aires Ramos da Silva de Eça (Contribuição para o estudo crítico de sua obra). Companhia Editorial Nacional: São Paulo, 1952.

______. Dois Paulistas Insignes – Segundo Volume: Teresa Margarida da Silva e Orta e o Primeiro Romance Brasileiro. Companhia Editorial Nacional: São Paulo, 1952.

FLORES, Conceição. Aventuras de Teresa Margarida da Silva e Orta em terras de Brasil e Portugal. Natal: Opção Gráfica e editora, 2006.

LEITE, Solidônio. Clássicos esquecidos. Rio de Janeiro: Jacinto Ribeiro dos Santos, 1914.

MACHADO, Diogo Barbosa. Bibliotheca lusitana historica, critica, e cronologica. Na qual se comprehende a notícia dos authores portuguezes, e das obras, que compuseraõ desde o tempo da promulgação da Ley da Graça até o tempo prezente. Volume IV. Lisboa, 1741-1759. Disponível em: Biblioteca Lusitana em https://archive.org/details/bibliothecalusit04barbuoft. Acesso em 15/04/2019.

MEDEIROS, Constantino Luz de. Frederich Schlegel e o surgumento da historiografia literária moderna. Rev. Letras., São Paulo, v.55, n.1, p.37-53, jan./jun. 2015. Acesso em 17/09/2018.

MOISÉS, Massaud. A Literatura Portuguesa através dos textos. São Paulo: Cultrix, 2008.

ORTA, Teresa Margarida da Silva e. Obra Reunida (Introdução de Ceila Montez). Rio de Janeiro: Graphia, 1993.

______. Aventuras de Diófanes (Edição crítica de Maria de Santa-Cruz). Lisboa: Editorial Caminho, 2002.

RIBEIRO, Arilda Inês Miranda. Vestígios da Educação Feminina no Século XVIII em Portugal. São Paulo: Arte e Ciência, 2002.

SADE, Marquês de. A filosofia na alcova ou os preceptores imorais. Trad. Contador Borges. São Paulo: Iluminuras, 2008.

SARAIVA, António José. LOPES, Óscar. História da Literatura Portuguesa. 7 ed. Porto: Porto Editora LTDA, 1955.

SOUSA, Moizeis Sobreira. Um breve atlas do romance português do século XVIII. Via Atlântica, São Paulo, N. 27, 357-371, Jun/2015.

SOUSA, Moizeis Sobreira de; SILVA, Fabio Mario da. Problemáticas da autoria e da camuflagem feminina em As Aventuras de Diófanes, de Teresa Margarida Silva e Orta. Cadernos Pagu, Campinas, n. 49, 2017. Disponível em

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010483332017000100507&lng=

en&nrm=iso. Acessado em 17, Apr. 2021.

TODOROV, Tzvetan. In Defence of the Enlightenment. London: Atlantic Books, 2009. Palestra acessível em: https://www.thersa.org/discover/videos/event-videos/2009/12/in-defence-of-the-enlightenment. Acesso em: 15/04/2019.

VERISSÍMO, José. História da Literatura Brasileira. Rio de Janeiro: Departamento Nacional do Livro, 1916.

Downloads

Publicado

2021-07-10