ATABIACHIN DE MARCA MAIOR: DESENCONTROS ENTRE O ÉTICO E O ÊMICO

Fernando Antônio Ferreira Souza

Resumo


Os cultos afro-brasileiros há muito vêm despertando o interesse em diversas áreas do conhecimento científico, não apenas no Brasil, mas também em outros pólos de produção acadêmica em domínios das ciências sociais e humanas, com destaque para abordagens da sociologia, da antropologia, da educação, da musicologia, da etnomusicologia, da linguística, da pedagogia, das expressões artísticas, e da história. O conceito de afro-brasilidade aciona um complexo de valores e sentidos que dialogam com a noção de identidade nacional presente na literatura dos segmentos acima citados. Este artigo persegue então a problemática que emerge do desencontro entre a voz ética de abordagens acadêmicas, e a voz êmica da população portadora de culturas de tradição oral africana no Brasil.


Palavras-chave


Afro-brasileiro – Tradição Oral – Etnomusicologia – Identidade

Texto completo:

PDF

Referências


BITTENCOURT, M; CORREA, S M S. África e Brasil: uma história de afastamentos e aproximações. Métis: história & cultura. Caxias do Sul, RS: Educs, v. 10, nº 19, 2011, p. 8

DETTMAM, D. Racismo científico: o legado das teorias bioantropolóticas na estigmatização do negro como delinquente. Âmbito Jurídico, v. XIII, p. 01, 2010.

MARTIUS, C F P V. Como se deve escrever a história do Brasil. Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB). 1845.

OLIVEIRA JUNIOR, G B. Agostinho da Silva e o CEAO: a primeira experiência institucional dos estudos africanos no Brasil. 2010. 235f. Dissertação (Mestrado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, 2010, p.14.

SCHLICKMANN, M. A trajetória dos estudos africanos no Brasil: 1930 a 1980/ The trajectory of African studies in Brazil: 1930 to 1980. Temporalidades – Revista Discente do Programa de Pós-Graduação em História da UFMG. v. 8, n. 1 (jan./maio 2016) – Belo Horizonte: Departamento de História, FAFICH/UFMG.

SCHWARCZ, L M. O espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil – 1879 – 1930. São Paulo: Companhia das Letras, 1993, p. 82.

VARNHAGEN, F A. História Geral do Brazil (1854-1857). Madrid, Imprensa de J. del Rio, a cargo de F. Molina, R. Estrella, 7. 1877


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Fernando Antônio Ferreira Souza

Licença Creative Commons