ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE PEDAGOGIA EM ESCOLAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA RELAÇÃO EM MÃO DUPLA

Kátia COSTA LIMA CORRÊA Araújo, Rosinalda Aurora de Melo Teles

Resumo


Este artigo, fruto da realização de eventos de extensão intitulados Seminários de socialização das experiências dos estágios curriculares do curso de Pedagogia da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG)/UFRPE, busca alimentar a reflexão sobre a relação teoria e prática, na busca da consolidação dos vínculos entre as escolas da educação básica e a universidade. No texto são apresentados alguns elementos que justificam os fundamentos teóricos dos estágios curriculares do curso de Pedagogia da UAG; a historicidade do evento; principais temas abordados no conjunto de relatos e alguns indicativos relacionados à perspectivas e desafios apontados pelos estudantes no conjunto dos trabalhos apresentados. Destacam-se desafios pontuais, relacionados a conteúdos específicos que colocam em jogo o aspecto da polivalência docente e  desafios relacionados ao como lidar com aspectos comportamentais dos alunos dos anos iniciais, relacionados à disciplina e a indisciplina; como  desenvolver práticas interdisciplinares, tendo uma frágil base disciplinar; e ainda como adotar uma postura de professor reflexivo, que pesquisa e analisa a sua própria prática; como estabelecer relações entre a teoria estudada na universidade e as práticas vivenciadas no como campo e estágio; como transformar isto num texto escrito. Os estudantes de pedagogia também relatam desafios relacionados às horas no campo de estágio e o desafio de lidar com os imprevistos do dia a dia escolar, tais como, adequar seu planejamento aos ajustes de tempo pedagógico sugeridos pelas professoras regentes em virtude de atividades coletivas da escola ou avaliações externas.


Palavras-chave


Estágios curriculares. Teoria e prática. Universidade e escola

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Conselho Nacional de Educação. Parecer CP nº 9/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica. Brasília, 08 de maio de 2001.

CRUZ, Shirleide; Pereira da Silva; NETO, José Batista. A polivalência no contexto da docência nos anos iniciais da escolarização básica: refletindo sobre experiências de pesquisas. Revista Brasileira de Educação, v.17, n.50, maio-ago, 2012.

DRUMOND, Viviane. Estágio e formação de docentes de educação infantil em Cursos de Pedagogia. Olh@res, Guarulhos, v.1, n.1, p. 183-206, maio 2013.

FONTANA, Roseli A. Cação. O Estágio curricular nos anos iniciais do ensino fundamental – apontamentos sobre o processo de inserção no campo de estágio. Olh@res, Guarulhos, v. 1, n1, p. 141-162, maio. 2013.

NÓVOA, A. Imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2008.

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA, LICENCIATURA. Garanhuns, 2016.

ZABALZA, Miguel A. O estágio e as práticas em contextos profissionais na formação universitária. São Paulo: Cortez, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Kátia COSTA LIMA CORRÊA Araújo, Rosinalda Aurora de Melo Teles

Licença Creative Commons