As Ciências Sociais e a Intolerância Religiosa

Autores

  • Rosa Maria Aquino Universidade Federal Rural de Pernambuco

Palavras-chave:

religiosidade, intolerância, tolerância.

Resumo

Este artigo condensa resultados de diferentes pesquisas cujo cerne foi o de identificar manifestações de intolerância no seio de diferentes vieses religiosos. As pesquisas, de caráter qualitativo, foram construídas com o método etnográfico e a observação participante, antecedidos de consultas bibliográficas e apropriações teóricas que dialogaram com a realidade com que se confrontaram. Nas experiências aqui reportadas a intolerância predomina, mas uma experiência de tolerância se destaca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Maria Aquino, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Católica de Pernambuco (Bacharelado e Licenciatura), mestrado em Antropologia e doutorado em Antropologia, ambos pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atualmente é professora associada da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), pós-doutorado em Antropologia pela Universidade Federal da Paraiba (UFPB). Tem experiência na área de Antropologia, atuando principalmente nos seguintes temas: religião, hinologia, relações raciais, intolerância religiosa e povos ciganos. Coordena o Grupo de Estudos de Diversidade Religiosa e Intolerância (GEDRI) na UFRPE. 

Referências

ANJOS, Simony dos. Porque a Marcha para Jesus é um trunfo na política brasileira? Justificando. 2019. Disponível em:

https://www.justificando.com/2019/06/21/porque-a-marcha-para-jesus-e-um-trunfo-na-politica-brasileira/ Acesso em 16jul.2020

AQUINO, Rosa Maria de. Liberdade, caminhada, festa: sinais de tolerância religiosa. 28ª RBA. PUC. São Paulo, SP: 2012.

AQUINO, Rosa Maria de. DIÁRIO DE CAMPO MARCHA PARA JESUS. 2014.

CARLOS DECOTELLI DEIXA MEC APÓS POLÊMICA SOBRE FALSIDADES EM CURRICULO. FolhaGospel. 2020. Disponível em:

https://folhagospel.com/carlos-decotelli-deixa-mec-apos-polemica-sobre-falsidades-em-curriculo/ Acesso em 16jul.2020

COTLER, Irwin. Religião, intolerância e cidadania: rumo a uma cultura mundial dos direitos do homem. In Foro Internacional sobre Intolerância. 1997: Paris, França. A intolerância: Foro Internacional sobre a Intolerância, UNESCO, 27 de março de 1997, La Sorbonne, 28 de março de 1997 / Academia. Universal das culturas; publicação sob a direção de Françoise Barret-Ducrocq; tradução Eloá Jacobina – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000, p. 60-73.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares de vida religiosa: o sistema totêmico na Austrália. Trad. Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano: a essência das religiões. Trad. Rogério Fernandes. São Paulo: Martins Fontes, 1992. (Tópicos).

ELLER, Jack David. Introdução à antropologia da religião. Trad. Gentil Avelino Titton. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018.

GENEPP, Arnold van. Os ritos de passagem: estudo sistemático dos ritos da parta e da soleira, da hospitalidade, da adoção, gravidez e parto, nascimento, infância, puberdade, iniciação, coroação, noivado, casamento, funerais, estações, etc.; trad. Mariano Ferreira; apres. Roberto da Matta. 2. ed. Petrópolis, Vozes, 2011.

GEERTZ, Clifford. Nova luz sobre a antropologia. trad. Vera Ribeiro. rev.téc. Maria Cláudia Pereira Coelho. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

HÉRITIER, Françoise. O Eu, o Outro e a intolerância. In Barret-Ducrocq, Françoise (dir.). A intolerância: Foro Internacional sobre a Intolerância, Unesco, 27 de março de 1997, La Sorbonne, 28 de março de 1997 / Academia Universal das Culturas; trad. Eloá Jacobina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000, pp. 24-27.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Raça em História. Lisboa: Editorial Presença, 2008.

MINISTÉRIO DAS MULHERES, DA IGUALDADE RACIAL, DA JUVENTUDE E DOS DIREITOS HUMANOS. Alexandre Brasil Fonseca, Clara Jane Costa Adad (org.). Brasília: Secretaria Especial de Direitos Humanos, 2016.

SILVA, Vagner Gonçalves da. Prefácio ou Notícias de uma guerra nada particular. Os ataques neopentecostais às religiões afro-brasileiras e aos símbolos da herança africana no Brasil. In SILVA, Vagner Gonçalves da. (org.) Intolerância Religiosa: Impactos do Neopentecostalismo no Campo Religioso Afro-brasileiro. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007, pp. 9-28.

IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF MARCA ANO DE 2016 NO CONGRESSO E NO BRASIL. Senado Notícias. 2016. Disponível em

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2016/12/28/impeachment-de-dilma-rousseff-marca-ano-de-2016-no-congresso-e-no-brasil Acesso em 16jul.2020

RAMALHOSO, Wellington. Presidente precisa dar paz e autonomia para MEC funcionar, diz Mozart Neves. UOL. 2019. Disponível em:

https://educacao.uol.com.br/noticias/2019/04/07/mec-ministerio-educacao-mozart-neves-bolsonaro-velez-olavo-carvalho.htm Acesso em 16jul.2020

RIBEIRO, Apilly. Caminhada dos Terreiros pede respeito para seguidores de religiões de matriz africana no Recife. G1 Pernambuco. 2019. Disponível em:

https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2019/11/01/caminhada-dos-terreiros-pede-respeito-para-seguidores-de-religioes-de-matriz-africana-no-recife.ghtml Acesso em 16jul.2020.

SOARES, Jussara; CAFARDO, Renata; LINDNER, Julia. Bolsonaro aceita pedido de demissão de Decotelli: Ministro da Educação está com a imagem arranhada por causa de falhas em seu currículo. Terra, 2020. Disponível em:

https://www.terra.com.br/noticias/educacao/bolsonaro-aceita-pedido-de-demissao-de-decotelli,813a815a3508b5798ddea74035830e237y6mw5on.html Acesso em 16jul.2020

TVs CATÓLICAS OFERECEM A BOLSONARO “’MÍDIA POSITIVA” NA PANDEMIA EM TROCA DE MAIS VERBAS DA SECOM. 2020. Forum. Disponível em: https://revistaforum.com.br/politica/tvs-catolicas-oferecem-a-bolsonaro-midia-positiva-na-pandemia-em-troca-de-mais-verbas-da-secom/ Acesso em 07jun.2020

VIEIRA, Bárbara Muniz. Aumenta número de denúncias de discriminação contra adeptos de religiões de matriz africana em 2018. DCM. G1 SP. 2018. Disponível em:

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/aumenta-numero-de-denuncias-de-discriminacao-contra-adeptos-de-religioes-de-matriz-africana-em-2018/ Acesso em 21nov.2018

VOCÊ SABE O QUE É O FORO DE SÃO PAULO? Carta Capital. 2014. Disponível em:

https://www.cartacapital.com.br/politica/voce-sabe-o-que-e-o-foro-de-sao-paulo-7773/ Acesso em 16jul.2010

Downloads

Publicado

2021-04-13