NEMATOFAUNA ASSOCIADA AO MELOEIRO EM UMA ÁREA DE CULTIVO NO RIO GRANDE DO NORTE, REAÇÃO DE GENÓTIPOS DE CUCURBITÁCEAS A ROTYLENCHULUS RENIFORMIS, CARACTERIZAÇÃO E SOBREVIVÊNCIA DO PARASITO

Gustavo Rubens de Castro Torres

Resumo


No Rio Grande do Norte o núcleo da fruticultura estadual situa–se no agropólo Assu–Mossoró, responsável por 92% da exportação brasileira de melão.A intensiva exploração do meloeiro tem resultado no aumento da incidênciae severidade de doenças e os fitonematóides, pertencentes aos gênerosMeloidogyne e Rotylenchulus, destacam–se como principais patógenos, limitandoa exploração comercial da cultura nos municípios produtores. Nematóidesdo gênero Rotylenchulus são ectoparasitos sedentários de raízes e R. reniformis aespécie economicamente mais importante, tem ampla distribuição geográficae gama de hospedeiras e sobrevivem à dessecação melhor do que a maioriadas espécies de fitonematóides. Quanto a resistência do meloeiro a nematóides,a literatura dispõe de informações dentro do gênero Cucumis, porém, apenasem relação aos nematóides das galhas. Em relação a R. reniformis no entanto,são escassos os relatos de reação de genótipos de meloeiro. O cultivo dareferida cucurbitácea no Rio Grande do Norte é caracterizado pela exploraçãode áreas durante os meses de baixa precipitação pluviométrica e submetidasao pousio ou exploração com lavouras de subsistência durante aqueles emque a precipitação é mais elevada. Acreditou–se que a adoção da geoestatísticapossibilitaria o monitoramento preciso das áreas infestadas por fitonematóides,permitindo o direcionamento de técnicas de controle apenas para locaisespecíficos. Apesar da importância da cultura do meloeiro para o estado doRio Grande do Norte e para o Brasil, como fonte geradora de divisas eempregos, ainda predomina a escassez de informações sobre o patossistemanematóide–reniforme meloeiro no semi–árido norte rio–grandense.

Palavras-chave


Distribuição espacial; Grupos tróficos; Nematóide reniforme; Variabilidade; Cucumis melo; Resistência

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Anais da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

 

Correspondência Editorial
Academia Pernambucana de Ciência Agronômica
Biblioteca Central - UFRPE
Núcleo do Conhecimento Prof. João Batista Oliveira dos Santos
Romero Marinho de Moura
Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos - CEP: 52171-900 - Recife/PE
Telefone: 3320-6189
Emails: anaisapca@gmail.com
Site: www.apcagronomica.org.br