MANCHA AQUOSA: IMPORTANTE BACTERIOSE DO MELOEIRO NO BRASIL

Rosa de Lima Ramos Mariano, Elineide Barbosa da Silveira

Resumo


O Nordeste é o maior produtor de melão no Brasil, destacando-se os estados do Rio Grandedo Norte e Ceará, com 82 % desta produção. A mancha-aquosa, causada pela bactéria Acidovoraxavenae subsp. citrulli, é uma das principais doenças dessa cultura com perdas econômicas estimadasem até 100 %, em períodos chuvosos. Os sintomas da doença são observados mais facilmentenos frutos e não se dispõem ainda de medidas de controle bem estabelecidas no Brasil. Estarevisão, apesar de não completa, aborda os principais aspectos dessa fitobacteriose, envolvendoimportância, taxonomia, ocorrência e distribuição, sintomatologia, etiologia, gama dehospedeiras, sobrevivência, disseminação, penetração, epidemiologia e manejo, contidos emliteratura internacional e nacional.

Palavras-chave


Cucumis melo; Acidovorax avenae subsp; Citrulli; Sintomatologia; Etiologia; Ecologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Anais da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

 

Correspondência Editorial
Academia Pernambucana de Ciência Agronômica
Biblioteca Central - UFRPE
Núcleo do Conhecimento Prof. João Batista Oliveira dos Santos
Romero Marinho de Moura
Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos - CEP: 52171-900 - Recife/PE
Telefone: 3320-6189
Emails: anaisapca@gmail.com
Site: www.apcagronomica.org.br