Desenvolvimento Reflexivo em Professores nos Ciclos Formativos em Ensino de Ciências

Autores

  • Giordane Miguel Schnorr Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Fabiane de Andrade Leite Universidade Federal da Fronteira Sul

Palavras-chave:

Formação Inicial, Triplo Diálogo, Escritas Reflexivas

Resumo

O presente estudo tem como objetivo identificar o desenvolvimento reflexivo de participantes do projeto Ciclos Formativos para o Ensino de Ciências, da Universidade Federal da Fronteira Sul campus Cerro Largo. Com a perspectiva de formação do professor reflexivo, de Alarcão, e a defesa do triplo diálogo, proposto pela autora, a saber: diálogo com a situação, diálogo consigo próprio e diálogo com outros, analisamos as escritas realizadas na forma de relatos de experiências por quarenta participantes). Cabe destacar que os participantes se caracterizam por serem Licenciandos, dos cursos de Química, Física e Ciências Biológicas, Professores de escola e Professores Formadores. Por meio da análise temática de conteúdo, identificamos que o processo reflexivo é realizado por todos os participantes, sendo que o diálogo com a situação é realizado de forma recorrente, e observamos que os demais processos reflexivos estão em desenvolvimento. O estudo contribui para a realização de ações no projeto Ciclos Formativos, voltadas ao desenvolvimento do processo de reflexão, tão necessário na prática docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alarcão, Isabel (2011). Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 8. ed. São Paulo: Cortez.

Güllich, Roque Ismael da Costa (2013). Investigação-formação-ação em Ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático, o professor e o ensino. Curitiba: Prismas.

Imbernón, Francisco (2011). Formação Docente e Profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez.

Leite, Fabiane de Andrade. (2017). Área de ciências da natureza: formação de professores, novos ciclos e outras epistemologias. 1. ed. Curitiba: Appris.

Lüdke, Menga, & André, Marli E. D. A. (2017). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2 ed. [Reimpr.]. Rio de Janeiro: E.P.U.

Maldaner, Otávio Aloísio. (2000). A Formação Inicial e Continuada de Professores de Química: Professores/Pesquisadores. Ijuí: Ed. UNIJUÍ. 424p.

Nóvoa, Antonio (2002). Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: Educa.

Person, Vanessa, Bremm, Daniele, & Güllich, Roque Ismael da Costa. (2019). A formação continuada de professores de ciências: elementos constitutivos do processo. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 10, n. 3, p. 141-147. Disponível em: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RBEU/article/view/10840. Acesso em: 10 fev. 2021.

Schnetzler, Roseli Pacheco (2000). O professor de ciências: problemas e tendências de sua formação. In: Schnetzler, Roseli Pacheco, & Aragão, Roseli M. R. (Eds.). Ensino de Ciências: fundamentos e abordagens. Piracicaba: CAPES/UNIMEP. p. 12-41.

Tardif, Maurice (2014). Saberes Docentes e Formação Profissional. 17. Ed. Petrópolis: Vozes.

Zanon, Lenir Basso, & Schnetzler, Roseli Pacheco (2003). Elaboração conceitual de prática docente em interações triádicas na formação inicial de professores de química. In: IV Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Bauru. Atas [...]. Bauru.

Zanon, Lenir Basso (2003). Interações de licenciandos, formadores e professores na elaboração conceitual de prática docente: Módulos triádicos na licenciatura de Química. 2003. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba.

Downloads

Publicado

2022-07-13

Como Citar

Schnorr, G. M., & de Andrade Leite, F. (2022). Desenvolvimento Reflexivo em Professores nos Ciclos Formativos em Ensino de Ciências. Revista Debates Em Ensino De Química, 8(2), 146–157. Recuperado de http://ead.codai.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/4819

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)