Das certezas às incertezas: contribuições do princípio da precaução para a educaçao científica

Autores

Palavras-chave:

Ciência precaucionária. Riscos. CTS.

Resumo

Este trabalho propõe-se a discutir as potencialidades da mudança paradigmática da gestão de riscos no âmbito da educação científica, discutindo criticamente as relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade e usando um caso da Química como exemplo. A Ciência (Química) vem passando de certo modo e medida por tal mudança paradigmática na abordagem dos riscos: de uma postura de certeza positivista para a consciência de suas incertezas e controvérsias, de modo a repensar suas próprias ações, valores e conhecimentos. A partir de fundamentação teórica, ressalta-se o potencial do princípio da precaução como contribuinte à participação social ampla e democrática, podendo envolver relações intensas entre escola, universidade e comunidade. Já em relação à pesquisa empírica, apresenta-se o relato de uma atividade formativa para professores formadores de técnicos agrícolas elaborada tendo o princípio da precaução como eixo estruturante, cuja temática foi “uso de agrotóxicos nas atividades agrícolas”. Os resultados alcançados em tal atividade formativa, apesar de ser pontual e com pequena carga horária, foi capaz de evidenciar indícios de transformações no modo de pensar dos professores participantes sobre os riscos quanto ao uso desses produtos químicos nas lavouras e pastagens brasileiras, tanto aos trabalhadores que têm contato direto quanto aos consumidores que acessam indiretamente os agrotóxicos por meio da alimentação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-05

Como Citar

Marcelino, L. V., Aoyama Barbosa Souza, L. C., & Marques, C. A. (2021). Das certezas às incertezas: contribuições do princípio da precaução para a educaçao científica. Revista Debates Em Ensino De Química, 6(2), 215–229. Recuperado de http://ead.codai.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/2719

Edição

Seção

Debates em Ensino e Aprendizagem da Química

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)