Formação Inicial de Professores: Reflexões sobre o Curso de Licenciatura em Química de uma Universidade em Questão

Gabriel Ribeiro Caldas, Milene Dias Amorim

Resumo


O presente trabalho realizou uma análise da eficiência dos cursos de licenciatura em química ofertados em universidades públicas do estado de Mato Grosso do Sul. Teve-se por objetivo identificar as concepções de formação de professores de tais cursos, bem como, em que medida a identidade docente está sendo construída no contexto teórico e prático de seus projetos pedagógicos. A metodologia utilizada se tratou de uma análise bibliográfica sobre formação de professores e identidade docente, análise documental, por meio de Diretrizes Curriculares do MEC, projetos pedagógicos dos cursos de licenciatura em química das leis referentes à educação no Brasil e uma pesquisa qualitativa com egressos e graduandos destes cursos. Acredita-se que essa pesquisa trouxe contribuições para a construção de projetos pedagógicos e para a atuação de professores de cursos de Licenciatura em Química no sentido de aprimorar suas concepções e atingir as fragilidades de sua formação. Essa pesquisa possibilitou o apontamento de diversas dificuldades que ainda são enfrentadas pelos cursos de licenciatura em química como a qualidade do corpo docente e a estrutura curricular ainda vinculada aos currículos de bacharelado abrindo espaços para inconsistências durante o processo formativo do graduando, bem como os principais motivadores e desmotivadores da opção pela docência.


Palavras-chave


Formação Docente; Docência em Química; Química Licenciatura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Gabriel Ribeiro Caldas, Milene Dias Amorim