Ensino de Aprendizagem da Grandeza Quantidade de Matéria e sua Unidade, Mol: Concepções dos Professores da Universidades de Minas Gerais

Sandra de Oliveira Franco Patrocinio, Ivoni de Freitas Reis

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar os resultados de uma investigação realizada com professores de química das universidades do estado de Minas Gerais, Brasil. Nessa pesquisa, indagamos os docentes sobre como é abordada a temática Quantidade de matéria e sua unidade, mol, nas disciplinas que lecionam. Para isto, enviamos um questionário via e-mail para que fosse respondido pelos docentes. Os resultados nos mostram que a grandeza Quantidade de matéria e sua unidade, mol, é pouco compreendida por alunos que cursam disciplinas iniciais da química na graduação, acarretando a simples memorização de um valor para o mol. Acreditamos que os estudantes carecem de uma aprendizagem contextualizada, que a compreensão da construção histórica da Quantidade de matéria pode auxiliar não só na assimilação da temática mas, também, no estudo do comportamento dos gases, bem como na presença de enorme quantidade de moléculas ou átomos necessários para a ocorrência de uma reação

Palavras-chave


História da Ciência, Quantidade de matéria, Ensino de Química

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Sandra de Oliveira Franco Patrocinio, Ivoni de Freitas Reis