Construção de Jogos Pelos Estudantes: Uma Possibilidade de Estratégia em Escolas de Brasília-DF

Herllen Walleson Ramalho Mendes, Sandra Maria de Oliveira Santos, Eduardo Luiz Dias Cavalcanti

Resumo


Os jogos no Ensino de Química estão sendo cada vez mais utilizados nos ambientes educacionais. Alguns trabalhos nos mostram que há participação, motivação, interação e discussão tornando os jogos uma estratégia interessante para ser desenvolvida em sala de aula. Pesquisas indicam que utilizar esse recurso pode tornar a aula mais atrativa, visto que as atividades lúdicas têm como característica levar aos participantes momentos de prazer. Caso utilizado corretamente o jogo pode auxiliar no resgate desses alunos para a discussão dos conteúdos de química, saindo do campo apenas da memorização. Este trabalho objetiva verificar a forma com que esses jogos puderam (ou não) fundamentar tais questões levantadas anteriormente, bem como inferir na aprendizagem de conceitos e conteúdos de química em uma escola da cidade de Brasília por meio da intervenção dos alunos do PIBID.

Palavras-chave


Jogos Pedagógicos; Ensino de Química; PIBID.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Herllen Walleson Ramalho Mendes, Sandra Maria de Oliveira Santos, Eduardo Luiz Dias Cavalcanti