Formação Inicial de Professores de Química e Profissionalização Docente: Um Estudo Acerca dos Saberes Relativos aos Modelos no Ensino de Química

Analice de Almeida Lima, Maria Elizabete Pereira dos Santos, Suely Alves da Silva, Sandra Rodrigues de Souza, Virgínia Maria Loureiro Xavier

Resumo


Neste trabalho, nosso objetivo foi analisar as ideias de 13 concluintes do curso de licenciatura em química da Universidade Federal Rural de Pernambuco acerca dos modelos no ensino da referida disciplina. Durante a investigação, debruçamo-nos em questões inerentes à profissionalização dos docentes a ela dedicados, vislumbrando a visão dos futuros professores em relação ao papel dos modelos no ensino-aprendizagem de química, uma vez que a elaboração e a socialização de modelos constituem fundamentos para a construção do conhecimento científico e um importante saber na construção da profissionalidade dos licenciandos. Como instrumento de pesquisa, recorremos ao questionário e à entrevista. A análise dos dados sinalizou que os modelos como categoria didática mediadora no processo ensino-aprendizagem estão presentes nas respostas da maioria dos licenciandos, mas o caráter epistêmico dos modelos não parece evidente. Os resultados nos permitiram refletir sobre o processo de formação inicial, no sentido de apontar algumas sugestões para que a categoria modelos seja abordada durante o processo formativo inicial de professores de química, subsidiando a profissionalização docente.

Palavras-chave


Modelos; Profissionalização Docente; Formação Inicial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Analice de Almeida Lima, Maria Elizabete Pereira dos Santos, Suely Alves da Silva, Sandra Rodrigues de Souza, Virgínia Maria Loureiro Xavier