Qualitative analysis of the behavior of the seedlings of sugarcane of different varieties using the method of temporary immersion

Michelle Maria Perez Lott, Arthur Travassos de Queiroz Xavier, Áurea Alice Oliveira da Silva

Resumo


Sugar cane is a culture of great importance worldwide due to the fact it is the raw material needed for the production of sugar, ethanol, and biomass, among other products. The micro-propagation of seedlings in a lab generates superior production when compared to the conventional process of propagation in the field. Therefore, it is seen as an alternative to produce healthy seedlings that present the same genetic load of the matrices. A disadvantage of micro-propagation is the high cost of workforce used in the process. The System of Temporary Immersion (SIT) was createdwith the goal of solving this issue. At the bio-factory Governador Miguel Arraes of the Center of Strategic Technology of the Northeast (CETENE), this system consists of 2 PET bottles of 5L (Bioreactors – BITs), a group of hoses and two Millipore filters of 0.22µm as well as automated controllers. Within the BITs it is possible to multiply a higher quantity of plants decreasing, this way, the time within the lab. Theobjective of this study is the qualitative analysis of the behavior of the System of Temporary Immersion using seedlings of different varieties of sugar cane. The methodology consisted of transferring the content of 1 or 3 pots, depending on the test, to the bioreactor with 200ml and 500ml of culture mean respectively. The varieties used were RB 86 3129 and B 8008 because there are fewer studies about them and of great interest to the Bio-factory. The variety RB 86 3129, on the first pricking, presented a better response than the B 8008, and days later the majority presented loss through contamination.


Palavras-chave


Bioreactor; micro-propagation; multiplication; Bio-factory; production

Texto completo:

PDF (English)

Referências


MELO, A. DE S.; SAMPAIO, Y.S. Barreto. 2016. Uma Nota Sobre o Impacto do Preço do Açúcar, do Etanol e da Gasolina na Produção do Setor Sucroalcooleiro. Revista Brasileira de Economia, v. 70, n. 1, p. 61-69.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. 2017. Indicadores da Agropecuária, ano XXVI, n. 9, p.01-120.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. 2017. Acompanhamento da safra brasileira de cana de açúcar. V.3, safra 2016/2017, n.4, p. 01-82.

RIBEIRO, J. M.; BASTOS, D. C. 2008.Biorreatores: aspectos gerais e sua utilização para cultura de tecidos vegetais. Embrapa Semiárido-Documentos (INFOTECA-E).

JUNGHANS, T. G.; SOUZA, A. DA S. 2013. Aspectos práticos da micropropagação de plantas. Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, Segunda Edição.

COSTA, Deivid Almeida da et al. 2012. Aspectos fisiológicos da cana-de-açúcar sob o cultivo in vitro em diferentes microambientes. Tese de Doutorado. Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife, Pernambuco, Brasil. 82p.

MEDEIROS, Emmanuel Cabral de.2011. Aspectos bioquímicos e fisiológicos da palma forrageira OpuntiastrictaHawsob distintos sistemas de cultivo in vitro. Dissertação de mestrado. Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife, Pernambuco, Brasil. 24 p.

AGÊNCIA EMBRAPA DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA. Embrapa. Disponível em: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/cana-de-acucar/arvore/CONTAG01_59_22122006154840.html [acesso em 25 de outubro, 2017].

ESTATÍSTICAS E DADOS BÁSICOS DE ECONOMIA AGRÍCOLA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/politica-agricola/todas-publicacoes-de-politica-agricola/estatisticas-e-dados-basicos-de-economia-agricola/pasta-de-julho-2017.pdf/view [acesso em 10 de outubro, 2017].

PRODUÇÃO DE CANA DE AÇÚCAR NO BRASIL (E NO MUNDO). Nova Cana. Disponível em: https://www.novacana.com/cana-de-acucar/producao-cana-de-acucar-brasil-e-mundo/#producao-pelo-mundo [acesso em 25 de setembro, 2017].

SAFRA 2017/2018 DE CANA-DE-AÇÚCAR. Governo do Brasil. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2017/04/safra-2017-2018-de-cana-de-acucar-deve-ser-de-647-milhoes-de-toneladas [acesso em 23 de outubro, 2017].

COSTA, D. A. 2013. BIORREATORES DE IMERSÃO TEMPORÁRIA: MANIPULAÇÃO E FUNCIONAMENTO. Disponível em: “https://pt.scribd.com/doc/68059888/biorreatores-na-micropropagacao-de-plantas”[acesso em: 07 de outubro, 2017].

DONINI, L. P.; MAYER, K. C. de A.; ZACARIAS, F. M.; SILVA, N. D. G. da.; VITÓRIA, J. M.; SILVA, S. D. dos A. e; DUTRA, L. F.Produção de mudas de cana de açúcar (saccharumofficinarum l.) Micropropagadas. 2012. Simpósio Estadual de Agroenergia, Porto Alegre, RS, Brasil, EMBRAPA.




DOI: https://doi.org/10.24221/jeap.3.1.2018.1700.049-054

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista e Autor

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.