Período de retorno de eventos de precipitação favoráveis às culturas agrícolas no estado de Alagoas

Jaime Fernando António, Manuel Agostinho Victor António, André Luiz de Carvalho, José Leonaldo de Souza, Fabrício Daniel dos Santos Silva

Resumo


A grande variabilidade das condições climáticas é tida como principal fator responsável pelas oscilações das safras agrícolas no Brasil. Estas condições têm influenciado de maneira significativa o desenvolvimento do setor econômico e agropecuário no estado de Alagoas. O objetivo desse trabalho foi determinar o período de retorno de eventos de precipitações favoráveis ao desenvolvimento das culturas agrícolas dentro da estação de cultivo, para o estado de Alagoas, levando em conta a disponibilidade hídrica pela precipitação regional e a necessidade hídrica da cultura pela evapotranspiração. Para a realização desse trabalho foram realizados cálculos da soma dos totais das chuvas e a evapotranspiração de referência (ETo), utilizando dados meteorológicos obtidos do INMET, ANA, SUDENE e o CPC. Os resultados de ETo e da precipitação obtidas para cada região foram espacializados para todo o estado de Alagoas, utilizando o software QGIS 2.14.2. Os resultados mostraram que o cultivo de batata e feijão foi satisfatório, em grande parte do estado, e culturas como milho e arroz foram favoráveis apenas nas regiões da Zona da Mata, Litoral e parte do Agreste alagoano. O cultivo de tomate não apresentou condições satisfatórias em quase todas as regiões. Com isso, afirma-se a necessidade de implementação de sistemas de irrigação para uma prática agrícola mais sustentável.


Palavras-chave


Evapotranspiração de referência, necessidade hídrica, déficit hídrico.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)

Referências


ALLEN, R. G. A Penman for all season. Rome: FAO. Irrigation and Drainage Paper, v. 112, n.4, p.348-368, 1986.

ALLEN, R. G.; PEREIRA, L. S.; RAES, D.; SMITH, M. Crop evapotranspiration: Guidelines for computing crop water requirements. Rome: FAO. Irrigation and Drainage Paper, v. 56. FAO, 1998. 297 p.

ALLEN, R. G.; SMITH, M.; PERREIRA, L. S.; PERREIRA, L. S. An update for the definition of reference evapotranspiration. ICID Bulletin, v. 43 1994. 1-34 p.

BERGONCI, J. I.; BERGAMASCHI, H.; SANTOS, A. O.; FRANÇA, S.; RADIN, B. Eficiência da irrigação em rendimento de grãos e matéria seca de milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.36, p.949-956, 2001.

Assessing objective techniques for gauge-based analyses of global

daily precipitation

Assessing objective techniques for gauge-based analyses of global

daily precipitation

CHEN, M.; SHI, W.; XIE, P.; SILVA, V. B. S.; KOUSKY, V. E.; WAYNE HIGGINS, R.; JANOWIAK, J. E. Assessing objective techniques for gauge-based analyses of global daily precipitation. JournaL of Geophysical Research, v. 113, D04110, 2008

DOORENBOS, J.; KASSAM, A. H. Yield Response to Water. FAO Irrigation and Drainage Paper. No. 33, FAO, Rome, Italy, 1979, p. 193.

DOORENBOS, J.; PRUITT, W. O. Crop Water Requerements. FAO, 1977, 144p.

GAN, M. A.; KOUSKY, V. E. Vórtices ciclônicos da alta troposfera no oceano Atlântico Sul. Revista Brasileira de Meteorologia, n. 1, p. 19-28, 1986.

LIGIA, S.; SOUZA, J. L.; AZEVEDO, C. A. V. Evapotranspiração e coeficiente de cultivo do tomate caqui cultivado em ambiente protegido. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, PB, v.13, n.3, p.289–296, 2009.

MOLION, L. C. B.; BERNARDO, S. Uma revisão da dinâmica das chuvas no Nordeste brasileiro. Revista Brasileira de Meteorologia, v.17, p.1-10, 2002.

RAO, V. B.; BONATTI, J. P. On the origin of upper tropospheric cyclonic vortices in the South Atlantic Ocean and adjoining Brasil during the summer. Meteorology and Atmospheric Physics, n. 37, p. 11-16, 1987.

SHEFFIELD, J.; GOTETI, GOPI.; WOOD, E. F. Development of a 50-Year High-Resolution Global Dataset of Meteorological Forcings for Land Surface Modeling. Journal of Climate, v. 19, p. 3088-3111, 2006.

SILVA, V. B. S.; KOUSKY, V. E.; SHI, W.; HIGGINS, R. W. An improved gridded historical daily precipitation analysis for Brazil. J. Hydrometeorol, v. 8, n. 4, p. 847-861, 2007.

VAN BUUREN, S.; GROOTHUIS-OUDSHOORN K. Mice: Multivariate Imputation by Chained Equations. Journal of Statistical Software, v. 45, p. 1-67, 2011

Livro

FEDOROVA, N. Sinótica III: frentes, correntes de jatos, ciclones e anticiclones. Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió-AL, 2008. 169 p.

MONTEIRO, J. E. B. A. (Org.). Agrometeorologia dos cultivos. O fator meteorológico na produção agrícola. 1. Ed. Brasília, DF: INMET, 2009. 530 p.

BRITO, L. T. L.; MOURA, M. S. B.; GAMA, G. F. B. Potencialidades da água de chuva no Semi-Árido brasileiro. Embrapa Semi-Árido Petrolina-PE, 2007.

TUCCI, C. E. M. Hidrologia – Ciência e Aplicação. 3. Ed, 2002. 944 p.

Dissertação/Tese

RAIMUNDO, C. C. Analise da probabilidade de ocorrência de extremos de precipitação e estudo da tendência de classes precipitação na região metropolitana de São Paulo. Dissertação (Mestrado em Meteorologia) – Instituto de Ciências Atmosféricas, Universidade Federal de Alagoas, 2011. 133 p.

Site

CROP WATER NEEDS: The influence of the climate on crop water needs. FAO, 2011. . Acesso em 20 de abr. 2017

Anais de eventos

BASTOS, C.; FERREIRA, N. Análise climatológica da alta subtropical do atlântico sul. In: XI congresso brasileiro de meteorologia, 2000. Anais. Rio de janeiro, p. 612-619, 2000.

MORIZET, J.; TOGOLA, D. Effect et arrière-effect de la sécheresse sur la croissance de plusieurs génotipes de maïs. In: CONFÉRENCE INTERNATIONALE DES IRRIGATIONS ET DU DRAINAGE, 1984, Versailles. Les bésoins en eau des cultures. Paris: Inra, 1984. p.351-360.

Relatório Técnico

Oliveira, N. Análise da evolução de eventos extremos de precipitação diária na cidade de São Paulo. INMET-7°Disme/SP, , 2011.

SMITH, M. Report on the expert consultations on revision of FAO methodologies for crop water requirements. Rome: FAO, 1991. 45 p.




DOI: https://doi.org/10.24221/jeap.2.4.2017.1463.465-473

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Journal of Environmental Analysis and Progress

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.