Performance indexes for the fulfillment of conservation units’ management

Rodrigo Ferraz Jardim Marques, Alexsandro Bezerra Correia Bilar, Rejane Magalhães de Mendonça Pimentel, Eberson Pessoa Ribeiro

Resumo


Due to significant human-induced environmental damage, conservation units have become essential to biodiversity protection. However, these territories must be managed democratically and efficiently to meet their preservation purposes and to promote better life quality to the society. Therefore, this study has aimed to propose a set of performance indices for the monitoring and continuous improvement of the management of Parque Estadual Mata da Pimenteira located in Serra Talhada-PE. Questionnaires were applied to the full members of the Management Board with the objective of establishing a prioritization for actions indicated on its management plan, as well as to propose and validate indices capable of evaluating the execution effectiveness of these actions. A relevant product was the obtainment of an index system intended to examine obtained results by the studies conservation unit, which may serve as a parameter for other legally protected environmental territories.


Palavras-chave


Environmental management. Public policies. Nature preservation.

Texto completo:

PDF (ENGLISH)

Referências


AGÊNCIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE – CPRH. Portaria CPRH nº 062, de 22 de junho de 2012. Cria o Conselho Gestor do Parque Estadual Mata da Pimenteira, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado de Pernambuco. Recife, PE, 26 jun. 2012.

______. Relatório de atividades 2013. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2014.

APPOLINÁRIO, F. 2006. Metodologia da Ciência: filosofia e prática da pesquisa. São Paulo: Thompson.

ARAÚJO, M. A. R.; MARQUES, C. P.; CABRAL, R. F. B. 2009. Melhorando a efetividade da gestão de unidades de conservação: a experiência do Programa de Gestão para Resultados – PGR. Programa Áreas Protegidas da Amazônia-ARPA e Cooperação Técnica Alemã - GTZ. Cadernos ARPA, 3. Brasília: MMA.

. 2012. Unidades de conservação no Brasil: o caminho da Gestão para Resultados. Núcleo para Excelência de Unidades de Conservação Ambiental – NEXUCS (Org.). São Carlos: RiMa Editora.

BRASIL. 2005. Decreto Federal nº 5.378 de 23 de fevereiro de 2005. Institui o Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização - GESPÚBLICA e o Comitê Gestor do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 jan. 2005.

______. 2014. Ministério do Meio Ambiente. Bioma Caatinga. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2014.

. 2009. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Gestão. Melhoria da gestão pública por meio da definição de um guia referencial para medição do desempenho da gestão, e controle para o gerenciamento dos indicadores de eficiência, eficácia e de resultados do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização. Brasília: MP.

. 2012. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Orçamento Federal. Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos. Indicadores- Orientações Básicas Aplicadas à Gestão Pública / Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Coordenação de Documentação e Informação. Brasília: MP.

CAVALCANTI, C. 2015. Os desafios da pauta ambiental na gestão do Governo de Pernambuco. Palestra proferida pelo Secretário Executivo da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) do Estado de Pernambuco durante o XIX Seminário Integrador da Rede PRODEMA. Recife, 29 set. 2015. 74 slides: color.

DELLA BELLA, S. 2016. Abertura da II Semana das UCs: instrumentos de gestão – plano de manejo e conselho gestor. Palestra proferida pela Gerente da Unidade de Gestão de Unidades de Conservação da CPRH/PE. Recife, 17 out. 2016. 18 slides: color.

FARIA, H. H. 2004. Eficácia de gestão de unidades de conservação gerenciadas pelo instituto florestal de São Paulo, Brasil. Tese de Doutorado, Universidade do Estado de São Paulo, Rio Claro, São Paulo, Brasil. 401p.

FUNDAÇÃO NACIONAL DA QUALIDADE - FNQ. 2006. Cadernos de Excelência: resultados. Série Cadernos de Excelência, n. 8. São Paulo: Fundação Nacional da Qualidade.

GIL, A. C. 2007. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas.

HASSLER, M. L. 2005. A importância das Unidades de Conservação no Brasil. Revista Sociedade & Natureza, v. 17, n. 33, p. 78-89.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. 2014. Mapa de Biomas e de Vegetação. Disponível em:

. Acesso em: 02 maio 2014.

MAXIMIANO, A. C. A. 2000. Introdução à Administração. 5. ed. São Paulo: Atlas.

MOWEN, J. C.; MINOR, M. S. 2003. Comportamento do consumidor. São Paulo: Prentice-Hall.

PERNAMBUCO. 2008. Decreto Estadual nº 32.514, de 23 de outubro de 2008. Aprova o Manual de Serviços da Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado de Pernambuco. Recife, PE, 24 out.2008.

. 2009. Lei Estadual nº 13.787, de 08 de junho de 2009. Institui o Sistema Estadual de Unidades de Conservação da Natureza – SEUC, no âmbito do Estado de Pernambuco, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado de Pernambuco. Recife, PE, 09 jun.2009.

. 2012. Decreto Estadual nº 37.823, de 30 de janeiro de 2012. Cria o Parque Estadual Mata da Pimenteira, localizado no Município de Serra Talhada, neste Estado. Diário Oficial do Estado de Pernambuco. Recife, PE, 31 jan.2012.

. 2013. Parque Estadual Mata da Pimenteira: plano de manejo. Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Agência Estadual de Meio Ambiente. Recife, PE.

REZENDE, D. A. 2011. Planejamento estratégico público ou privado: guia para projetos em organizações de governo ou de negócios. São Paulo: Atlas.

SAMARTINI, A. L. S. 2006. Comparação entre métodos de mensuração da importância de Atributos em produtos e serviços. Fundação Getúlio Vargas. Escola de Administração de Empresas de São Paulo. Relatório de Pesquisa. São Paulo.

SANTOS, E. M. et al. (Org.). 2013. Parque Estadual Mata da Pimenteira: Riqueza Natural e Conservação da Caatinga. Recife: EDUFRPE.

UCHÔA, C. E. P. D. 2013. Elaboração de indicadores de desempenho institucional. Coordenação Geral de Programas de Capacitação/DDG. Brasília: ENAP/DDG.




DOI: https://doi.org/10.24221/jeap.2.1.2017.1034.50-60

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Journal of Environmental Analysis and Progress

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.