Bebida hidroeletrolítica elaborada à base de permeado de leite adicionado de extrato de antocianinas da casca da jabuticaba

Letícia Rocha Ferreira, Janaína Aparecida Soares Valente, Edimar Aparecida Filomeno Fontes, Iago Pinheiro Lopes, Paulo César Stringheta, Patrícia Rodrigues Ferreira

Resumo


O permeado da ultrafiltração do leite é rico em sais minerais e vitaminas hidrossolúveis. Já a casca da jabuticaba apresenta conteúdo significativo de antocianinas e considerável capacidade antioxidante. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi elaborar uma bebida hidroeletrolítica a partir do permeado com adição de extratos de antocianinas da casca da jabuticaba. Na caracterização da bebida, foram realizadas análises de pH, ATT, SST, osmolalidade, minerais, antocianinas totais, fenólicos totais, capacidade antioxidante pelos radicais ABTS e DPPH. Valores de pH (3,56), ATT (0,97%), SST (5,83 ºBrix), potássio (1.204,06 mgL - 1 ), cálcio (509,87 mgL -1), magnésio (162,06 mgL -1) e fósforo (352,18 mgL -1) foram quantificados. Na avaliação da osmolalidade (307,16 mOsmolL -1) evidenciou-se que a bebida apresentou características osmolíticas próximas ao plasma sanguíneo. O conteúdo de antocianinas para a bebida formulada neste estudo foi de 15,98 mgL -1; o teor de polifenólicos, 267,55 mg AGEL -1 e as capacidades antioxidantes pelos radicais ABTS e DPPH foram respectivamente 2,43 e 2,72 μM equivalente de troloxmL-1. Concluiu-se que o permeado é uma excelente base para formulação de bebidas isotônicas e a utilização de corantes naturais como antocianina, além de conferir cor ao produto, pode trazer benefícios à saúde pela presença de compostos bioativos.

Palavras-chave


Bebidas não-alcoólicas; Ultrafiltração; Compostos bioativos

Texto completo:

PDF

Referências


BRAND-WILIAMS, W.; CUVELIER, M.E.; BERSET, C. Use of a free radical methodto evaluate antioxidant activity. Food Sci. Tech. 28, 25-30. 1995

.

CIPRIANO, P.A. Antocianinas de açaí (Euterpe oleracea Mart.) e casca de jabuticaba na formulação de bebidas isotônicas. 2011. 131p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.

FONTES, E. A. F., ALVES, Y. P. C., FONTES, P. R., & MINIM, V. P. R.. Bebida eletrolítica a base de permeado da ultrafiltração de leite: avaliação física, química e microbiológica durante o armazenamento. Ciência Rural,45(2), 342-348.2015.

FULEKI, T.; FRANCIS, F.J. Quantitative methods for anthocyanins: 2. Determination of total anthocyanins and degradation index for cranberry juice. J. of Food Sci. 33, 78-83, 1968.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Leites e derivados. In: Métodos físico-químicos para análise de alimentos. 1ed. São Paulo: Instituto Adolfo Lutz, 2008. p. 819-877.

LANHAM-NEW, S.; STEAR, S.; SHIRREFFS, S.; COLLINS, A. Sport and exercise nutrition.1.ed. Oxford: John Wiley & Sons, 2011. v.8. 416p.

MARINS, J.C.B. Estudio comparativo de diferentes procedimentos de hidratación durante um ejercicio de larga duración. Tese (Doutorado em Bases Fisiológicas de La Nutrición) - Departamento de Fisiologia y Farmacologia, Universidade de Murcia, Murcia, 2000.

PETRUS, R.R.; FARIA, J.A.F. Processamento e avaliação de estabilidade de bebida isotônica em garrafa plástica. C. e Tecnol. Alim. 25, 18-24, 2005.

RE, R.; PELLEGRINI, N.; PROTEGGENTE, A.; PANNALA, A.; YANG, M.; RICEEVANS, C. Antioxidant activity applying an improved ABTS radical cation decolorization assay. Free Rad. Biol. Med. 26, 1231- 1237, 1999.

SENTURK, U. K.; YALCIN, O.; GUNDUZ, F.; KURU, O.; MEISELMAN, H. J.; BASKURT, O. K. Effect of antioxidant vitamin treatment on the time course of hematological and hemorheological alterations after an exhausting exercise episode in human subjects. J. Appl. Phys. 98, 1272-1279, 2005.

SINGLETON, V. L.; ROSSI, J. A, Jr. Colorimetry of Total Phenolics with Phosphomolybdic Phosphotungstic Acid Reagents. Am. J. Enol. Viticul. 16, 144-158, 1965.

VALENTE, J.A.S. Bebida a base de permeado adicionado de extrato antociânico da casca da jabuticaba (Myrciaria jaboticabavell. berg): elaboração e caracterização. 2015. 75p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Arquivos Brasileiros de Alimentação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Arquivos Brasileiros de Alimentação, Recife, PE,Brasil. e-ISSN 2446-9262

Licença Creative Commons