Farinhas provenientes do processamento de frutas: bioacessibilidade de compostos antinutricionais

Débora Nascimento Sena, Maria Mozarina Beserra Almeida, Luís Gustavo Lima Nascimento, Samuel Almeida Brito, Paulo Henrique Machado Sousa, Maria de Fátima Lopes Fernandes

Resumo


Os resíduos provenientes do processamento de frutas são amplamente estudados por se tratarem de um material rico em componentes nutricionais que poderia ser utilizado na alimentação humana. Uma alternativa para o aproveitamento desses resíduos é a obtenção de farinha. No entanto, algumas dessas farinhas, embora fonte de minerais e outros nutrientes, podem conter substancias tóxicas a saúde humana, como os fatores antinutricionais, os quais afetariam negativamente a biodisponibilidade de nutrientes requeridos pelo corpo. Oxalato, por exemplo, liga-se ao cálcio para formar complexos. Tais sustâncias diminuem a biodisponibilidade de nutrientes requeridos pelo corpo. Assim, o presente trabalho avaliou os teores de oxalato em amostras de farinhas proveniente de resíduos do processamento de acerola (Malpighia glabra), manga (Mangifera indica L) e cajá (Spondias mombin). As amostras de resíduos do processamento investigadas foram desidratadas e trituradas para obtenção das farinhas. O teor de oxalato total foi determinado por permanganimetria. Para o teste de bioacessibilidade foi empregado um processo de digestão gastrointestinal simulada in vitro, que consistiu na simulação da digestão gastrointestinal com pepsina solubilizada em HCl 0,1 mol/L durante a fase gástrica e sais de bile-pancreatina, solubilizada com NaHCO3 0,1 mol/L na fase intestinal. Os resultados encontrados mostraram que o teor de oxalato cresceu na ordem: manga > acerola > cajá, indicando que as farinhas analisadas têm características físico-químicas favoráveis a comercialização, uma vez que apresentam baixos teores de oxalato, insuficiente para influenciar na disponibilidade do cálcio no organismo humano e causar alterações indesejadas no seu funcionamento.

Palavras-chave


Oxalato; acerola; cajá; manga

Texto completo:

PDF

Referências


ANUÁRIO BRASILEIRO DA FRUTICULTURA. Editora Gazeta. 2015. Disponível em: http://www.grupogaz.com.br/tratadas/eo_edicao/4/2015/03/20150301_106c8c2f1/pdf/4718_2015fruticultura.pdf. Acesso em: 01 out. 2017.

BARDE, M. I.; HASSAN, L. G.; FARUQ, U. Z.; MAIGANDI, S. A.; UMAR, K. J. Study of bioavailability of Ca and Zn in the flesh of yellow Terminalia catappa (Linn) fruits. Nigerian Journal of Basic and Applied Sciences, v.20, n.3, p. 205-207, 2013.

BENEVIDES, C. M. J. SOUZA, M. V., SOUZA, R. D. B., LOPES, M. V. Fatores antinutricionais em alimentos: revisão.Segurança Alimentar e Nutricional, v. 18, n.2, p. 67-79, 2011.

BHANDARI, M. R.; KAWABATA, J. Cooking effects on oxalate, phytate, trypsin and α-amylase inhibitors of wild yam tubers of Nepal. Journal of Food Composition and Analysis, v. 19, n. 6, p. 524-530, 2006.

BOSSO, S. T.; ENZWEILER. J. Ensaios para determinar a (bio)disponibilidade de chumbo em solos contaminados: revisão. Química Nova, v. 31, n. 2, p. 394-400, 2008.

COZZOLINO, S. M. F.; MICHELAZZO, F. B. Biodisponibilidade: conceitos, definições e aplicabilidade, 2012. In: COZZOLINO, S. M. F. Biodisponibilidade de Nutrientes. Barueri: Manole; 2012. p. 03-10.

DAMODARAN, S.; PARKIN, K. L.; FENNEMA, O. R. Química de Alimentos de Fennema. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 900 p.

DAY, R. A.; UNDERWOOD, A. L. Qualitative Analysis. New Delhi, India: Prentice Hall Publications. 1986, 701p.

FERNÁNDEZ-GARCÍA, E.; CARVAJAL-LÉRIDA.; I.; PÉREZ-GÁLVEZ, A. In vitro bioaccessibility assessment as a prediction tool of nutritional efficiency. Nutrition Research, v. 29, n. 11, p. 751-760, 2009.

GAWLIK-DZIKI, U; JEŻYNA, M; ŚWIECA, M; DZIKI, D; BARANIAK, B; CZYŻ, J. Effect of bioaccessibility of phenolic compounds on in vitro anticancer activity of broccoli sprouts. Food Research International, v. 49, p. 469–476, 2012.

ISAAC, I. O.; EKPA, O. D. MineraIs and Anti-Nutrients in Two Varieties of African Pear (Dacryodes edulis). Journal of Food Technology, v. 4, n. 7, p. 106-110, 2009.

KULKARNI, S. D.; ACHARYA, R.; RAJURKAR, N. S.; REDDY, A. V. R. Evaluation of bioaccessibility of some essential elements from wheatgrass (Triticum aestivum L.) by in vitro digestion method. Food Chemistry, 103, p. 681-688, 2007.

LEAL, R.C; Reis, V. B.; LUZ, D. A. Avaliação de Parâmetros Fisico-Químico de Polpas Congeladas de Graviola Comercializada em Supermercados de São Luís – MA. Cadernos de Pesquisa, São Luís, v. 20, p. 76-79, 2013.

LESNIEWICZ, A.; KRETOWICZ, M.; WIERZBICKA, K.; ZYRNICKI, W. In Vitro Bioavailability of Mineral Nutrients in Breakfast Cereals. Journal of Food Research, v. 1, n. 2, 2012.

LEWU, M. N.; ADEBOLA, P. O.; AFOLAYAN, A. J. Effect of cooking on the mineral contents and anti-nutritional factors in seven accessions of Colocasia esculenta (L.) Schott growing in South Africa. Journal of Food Composition and Analysis, v. 23, n. 5, p. 389-393, 2010.

LIMA, M. R. Avaliação de resíduos de frutas nas rações de tilápia do Nilo.2010. 61 f.. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Universidade Federal Rural de Pernambuco.

MALTA, D. C.; OLIVEIRA, T. P.; SANTOS, M. A. S.; ANDRADE, S. S.C.A.; SILVA, M. M. A. Avanços do Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis no Brasil, 2011-2015. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v.25, n. 2, p.373-390, 2016.

MALTA, D. C; DIMECH, C. P. M; MOURA, L; SILVA JÚNIOR, J. B. Balanço do primeiro no da implantação do Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis no Brasil, 2011 a 2022. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 22, n. 1, p. 171-178, 2013.

MENDES, P. A. M. Avaliação dos parâmetros físico-químicos determinados nos certificados oficiais de análise das polpas de frutas com padrões de identidade e qualidade. 2008. 42 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) – Faculdade de Agranomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, Brasília, DF.

MERCADO DE FRUTICULTURA – SEBRAE. 2015. Disponível em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/64ab878c176e5103877bfd3f92a2a68f/$File/5791.pdf. Acesso em: 02 set. 2017.

MILLER, D. D., SCHRICKER, B. R.; RASMUSSEN, R. R.; VAN CAMPEN, D. In vitro method for estimation of iron availability from meals. The American Journal of Clinical Nutrition, v. 34, p. 2248-2256, 1981.

MOURA, N. C.; CANNIATTI-BRAZACA, S. G. Avaliação da disponibilidade de ferro de feijão comum (Phaseolus vulgaris L) em comparação com carne bovina. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 26, p. 270-276, 2006.

NEVES, J.V. G.; BARROS, H.E.A.; SILVA, M. V. Avaliação de fatores antinutricionais em farinhas de resíduos do processamento de morango (Fragaria vesca) e cupuaçu (Theobroma grandiflorum). In: Congresso Brasileiro de Química, 55°, 2015, Goiânia, Anais..., 2015.

OLIVEIRA, D. S; AQUINO, P. P; RIBEIRO, S. M. R; PROENÇA, R. P. S; PINHEIRO-SANTANA. Vitamina C, carotenoides, fenólicos totais e atividade antioxidante de goiaba, manga e mamão procedentes da Ceasa do Estado de Minas Gerais. Acta Scientiarum. Health Sciences, v. 33, p. 89-98, 2011.

ONIBON, V. O.; ABULUDE, F. O.; LAWAL, L. O. Nutritional and anti-nutritional composition of some Nigerianfruits. Journal of Food Technology, v. 5, n. 2, p. 120-122, 2007.

PEIXOTO, R. R. A.; MAZON, E. A. M.; CADORE, S. Estimation of the Bioaccessibility of Metallic Elements in Chocolate Drink Powder using an in vitro Digestion Method and Spectrometric Techniques. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 24, p.884-890, 2013.

PEREZ, E.F. Desenvolvimento de um biosensor amperométrico para oxalato. 2000. Dissertação (Mestrado em Química Analítica). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, São Paulo.

RAMOS, A.; CABRERA, M.C.; SAADOUN, A. Bioaccessibility of Se, Cu, Zn, Mn and Fe, and heme iron content in unaged and aged meat of Hereford and Braford steers fed pasture. Meat Science, v. 91, p.116-124, 2012.

RATHOD, V. S.; VALVI, S. R. Antinutritional factors of some wild edible fruits from Kolhapur District. Recent Research in Science and Technology, v. 3, n. 5, p. 68-72, 2011.

ROCHA, R. S. R. Procedimentos e Avaliação Química de Parâmetros de Interesse Nutricional de Espinafre Comercializado na Bahia. 2009. 82 f. Dissertação (Mestrado em Ciencias Naturais-Quimica) – Universidade Federal da Bahia, Bahia.

RODRÍGUEZ-AMAYA, D. B (Quantitative Analysis, in Vitro Assessment of Bioavailability and Antioxidant Activity of Food Carotenoids—A Review. Journal of Food Composition and Analysis, v. 23, p. 726-740, 2010

ROSADO, J. L.; HAMBIDGE, K. M.; MILLER, L.V.; GARCIA, O. P.; WESTCOTT, J.; GONZALEZ, K.; CONDE, J.; HOTZ, C.; PFEIFFER, W.; ORTIZ-MONASTERIO, I.; KREBS,N.F. The quantity of zinc absorbed from wheat in adult woman is enhanced by biofortification. Journal Nutrition, v. 139, 1920-1925, 2009.

SABINO, L. B. S.; GONZAGA, M. L. C.; SOARES, D. J; LIMA, A. C. S.; LIMA, J. S. S.; ALMEIDA, M. M. B; SOUSA, P. H. M.; FIGUEIREDO, R.W. Bioactive compounds, antioxidant activity, and minerals in flours prepared with tropical fruit peels. Acta Alimentaria, v. 44, n.4, p. 520–526, 2015.

SANTOS, M. A. T. Efeito do Cozimento sobre alguns Fatores Antinutricionais em folhas de Brócoli, Couve-Flor e Couve. Ciência e Agrotecnologia, v. 30, p. 294-301, 2006.

TAYLOR, E. N.; CURHAN, G. C. Oxalate intake and the risk for nephrolithiasis. Journal of the American Society of Nephrology, v. 18, n. 7, p. 2198-2204, 2007.

UMARU, H. A; ADAMU, R.; DAHIRU, D.; NADRO, M. S. Levels of antinutritional factors in some wild edible fruits of Northern Nigéria. African Journal of Biotechnology, v. 6, p. 1935-1938, 2007.

WILLET, W. C. Fruits, Vegetables, and Cancer Prevention: Turmoil in the Produce Section. Journal of the National Cancer Institute, v. 102, p. 510-11, 2010.

WITTSIEPE, J., SCHREY, P., HACK, A., SELENKA, F., WILHELM, M. Comparison of different digestive tract models for estimating bioaccessibility of polychlorinated dibenzo-p-dioxins and dibenzofurans (PCDD/F) from red slag 'Kieselrot', Inter. Journal of Hygiene and Environmental Health, v. 203, p. 263-273, 2001.

WOOTTON-BEARD, P. C.; RYAN, L. A beetroot juice shot is a significant and convenient source of bioaccessible antioxidants. Journal of Functional Foods, v. 3, p. 329-334, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Arquivos Brasileiros de Alimentação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Arquivos Brasileiros de Alimentação, Recife, PE,Brasil. e-ISSN 2446-9262

Licença Creative Commons