Alimentação infantil no decorrer dos últimos dez anos no brasil: uma revisão sistemática

Ana Carolina Clark Teodoroski, Emanoelle Marcos, Nicole Pelaez, Vanessa F. Davies

Resumo


A alimentação infantil tem sido motivo de discussão e estudos na área da saúde. Atualmente, observa-se que as crianças têm consumido um maior número de alimentos industrializados ricos em calorias e aditivos e com baixa qualidade nutricional, o que pode acarretar o surgimento de doenças precoces na infância e/ou posteriormente na fase de adolescência e vida adulta. Neste sentido, para garantir o desenvolvimento adequado e a manutenção da saúde, é fundamental um padrão alimentar balanceado, especialmente nos primeiros anos de vida. O objetivo deste estudo é ampliar o conhecimento sobre o processo de mudanças na alimentação infantil e os tipos de ações que tem sido realizadas para tratar do tema nos últimos dez anos no Brasil. Para isso, foi feita uma revisão sistemática utilizando a base de dados SciELO com o unitermo “alimentação infantil” (anos 2006-2016). Foram encontrados 15 artigos que abordaram questões relacionadas ao consumo alimentar de crianças, capacitação dos profissionais da saúde e educadores; técnicas culinárias pelas cozinheiras das escolas, e desconhecimento dos pais ou responsáveis acerca dos hábitos alimentares saudáveis na infância. Com base nos artigos encontrados, foi comprovada a inquietação dos referidos profissionais, especialmente os nutricionistas, em reverter o quadro de inadequação alimentar infantil. Ficou evidente a necessidade da aplicação de programas de treinamento e educação em saúde. A utilização de técnicas culinárias pode ser uma forma interativa e dinâmica de auxiliar o processo de aprendizagem e aumentar o vínculo entre profissionais de saúde e população.

Palavras-chave


Alimentação infantil; Nutrição; Gastronomia

Texto completo:

PDF

Referências


BASSICHETTO, K.C.; REA, M.F. Aconselhamento em alimentação infantil: um estudo de intervenção. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. v.84, n.1, p.75-82, 2008. ISSN 0021-7557.

BATISTA FILHO, M.; SOUZA, A.I.; MIGLIOLI, T.C.; SANTOS, M.C. Anemia e obesidade: um paradoxo da transição nutricional brasileiro. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 24, Sup.2, p.247-257, 2008. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

BERNARDI, J.R.; GAMA, C.M.; VITOLO, M.R. Impacto de um programa de atualização em alimentação infantil em unidades de saúde na prática do aleitamento materno e na ocorrência de morbidade. Cad. Saúde Pública [online]. v.27, n.6, p.1213-1222, 2011. ISSN 0102-311X.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Atenção à Saúde. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE. 2 ed., Brasília: MEC, FNDE, SEED, 2008.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2 ed. atual., Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

CAMPOS, A.A.O. et al. Aconselhamento nutricional de crianças menores de dois anos de idade: potencialidades e obstáculos como desafios estratégicos. Ciênc. saúde coletiva [online]. v.19, n.2, p.529-538, 2014. ISSN 1413-8123.

CASTILHO, S.D.: BARROS FILHO, A.A. Alimentos utilizados ao longo da história para nutrir lactentes. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. v.86, n.3, p.179-188, 2010. ISSN 0021-7557.

CZERESNIA, D.; FREITAS, C.M. Promoção da saúde: conceitos, reflexões, tendências 2 ed. (rev. e amp.), 2009. ISBN: 978-85-7541-183-4.

FERREIRA, L.; PARADA, C.M.G.L.; CARVALHAES, M.A.B.L. Tendência do aleitamento materno em município da região centro-sul do estado de São Paulo: 1995-1999-2004. Rev. Nutr. [online]. v.20, n.3, p.265-273, 2007. ISSN 1415-5273.

GALVÃO, T.F.; PEREIRA, M.G. Revisões sistemáticas da literatura: passos para sua elaboração. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v.23, n.1, p.183-184, jan-mar 2014.

GAMA, S.R.; CARVALHO, M.S.; CHAVES, C.R.M.M. Prevalência em crianças de fatores de risco para as doenças cardiovasculares. Cad. Saúde Pública [online]. v.23, n.9, p.2239-2245, 2007. ISSN 0102-311X.

HARMON, B.E.; SMITH, N.; PIRKEY, P.; BEETS, M.W.; BLAKE, C.E. The impact of culinary skills training on the dietary attitudes and behaviors of children and parents. American Journal of Health Education, v. 46, n. 5, 2015.

HOBOLD, E.; ARRUDA, M. Prevalência de sobrepeso e obesidade de crianças e Adolescentes no brasil: uma revisão sistemática. Arq. Ciênc. Saúde UNIPAR, Umuarama, v. 18, n. 3, p. 189-197, set./dez. 2014. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de orçamentos familiares 2008-2009. Antropometria e Estado Nutricional de Crianças, Adolescentes e Adultos no Brasil. Brasília: IBGE; 2010.

LIMA, A.P. E. et al. Práticas alimentares no primeiro ano de vida: representações sociais de mães adolescentes. Rev. bras. enferm. [online]. v.67, n.6, p.965-971, 2014. ISSN 0034-7167.

LIMA, A.P.E.; JAVORSKI, M.; VASCONCELOS, M.G.L. Práticas alimentares no primeiro ano de vida. Rev. bras. enferm. [online]. v.64, n.5, p.912-918, 2011. ISSN 0034-7167.

LONGO-SILVA, G.; TADDEI, J.A.A.C.; KONSTANTYNER, Tulio; TOLONI, M.H.A. Percepções de educadores de creches acerca de práticas cotidianas na alimentação de lactentes: impacto de um treinamento. Ciênc. saúde coletiva [online]. v.18, n. 2, p. 545-552, 2013. ISSN 1413-8123.

LONGO-SILVA, G.; TOLONI, M.H.A.; GOULART, R.M.M.; TADDEI, J.A.A.C. Avaliação do consumo alimentar em creches públicas em São Paulo, Brasil. Rev. paul. pediatr. [online]. v.30, n.1, p.35-41, 2012. ISSN 0103-0582.

LOUZADA, M.L.; BARALDI, L.G.; STEELE, E.M.; MARTINS, A.P.; CANELLA, D.S.; MOUBARAC, J.C.; LEVY, R.B.; CANNON, G.; AFSHIN, A; IMAMURA, F.; MOZAFFARIAN, D.; MONTEIRO, C.A. Consumption of ultra-processed foods and obesity in Brazilian adolescentes and adults. Prev Med. v.81, p.9-15, 2015.

MELLO, A.D.M.; MARCON, S.S.; HULSMEYER, A.P.C.R.; CATTAI, G.B.P.; AYRES, C.S.L.S.; SANTANA, R.G. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças de seis a dez anos de escolas municipais de área urbana. Rev Paul Pediatr. v.28, n.1, p.48-54, 2010. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

MONTEIRO, C.A.; LEVY, R.B.; CLARO, R.M.; CASTRO, I.R.R.; CANNON, G. Increasing consumption of ultraprocessed foods and likely impact on human health: evidence from Brazil. Public Health Nutr, n. 14, p. 5-13, 2011.

MORIN, P; DEMERS, K; TURCOTTE, S.; MONGEAU, L. Association between perceived self-efficacy related to meal management and food coping strategies among working parents with preschool children. Appetite, v. 65, n. 1, p. 43-50, June 2013.

PANAZOLLO, P.C.; FINIMUNDI, H.C.; STOFFEL, M.O.S.; SIMON, R.A.; LIMA, M.C.; COSTANZI, C.B. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares do município de Feliz, Rio Grande doSul, Brasil. Rev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro, v.9, n. 31, p.142-148, Abr-Jun 2014. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

PIMENTA, Teófilo Antonio Máximo; ROCHA, Renato; MARCONDES, Nilsen Aparecida Vieira. Políticas públicas de intervenção na obesidade infantil no Brasil: uma breve análise da política nacional de alimentação e nutrição e política nacional de promoção da saúde. UNOPAR Cient Ciênc Biol Saúde, 2015, v.17, n.2, p.139-46. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

RODRIGUES, V.M.; FIATES, G.M.R. Hábitos alimentares e comportamento de consumo infantil: influência da renda familiar e do hábito de assistir à televisão. Rev. Nutr. Campinas. v.25, n.3, p. 353-362, June 2012.

RODRIGUES, A.G.M.; PROENÇA, R.P.C.; CALVO, M.C.M.; FIATES, G.M.R. Perfil da escolha alimentar de arroz e feijão na alimentação fora de casa em restaurante de bufê por peso. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, n. 2, p. 335-346, 2013. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

SCIELO. Scientific Electronic Library Online. [200-]. Disponível em: . Acesso em: 24 maio 2016.

SHIMABUKURO, E.E.; OLIVEIRA, M.N.; TADDEI, J.A.A.C. Conhecimentos de educadores de creches sobre alimentação infantil. Rev. paul. pediatr. [online]. v.26, n.3, p.231-237, 2008. ISSN 0103-0582.

SILVA, A.C.A.; TELAROLLI JUNIOR, R.; MONTEIRO, M.I. Analisando conhecimentos e práticas de agentes educacionais e professoras relacionados à alimentação infantil. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. v.16, n.1, p.199-214, 2010. ISSN 1516-7313.

SIMON, V.G.N.; SOUZA, J.M.P.; LEONE, C.; SOUZA, S.B. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças de dois a seis anos matriculadas em escolas particulares no município de São Paulo. Rev Bras Crescimento Desenvolvimento Hum, v.19, n.2, p. 211-218, 2009. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

SPARRENBERGER, K. et al. Consumo de alimentos ultraprocessados entre crianças de uma Unidade Básica de Saúde. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. v.91, n.6, p.535-542, 2015. ISSN 0021-7557.

TAKUSHI, S.A.M.; TANAKA, A.C.A.; GALLO, P.R.; BRESOLIN, A.M.B. Perspectiva de alimentação infantil obtida com gestantes atendidas em centros de saúde na cidade de São Paulo. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. v.6, n.1, p.115-125, 2006. ISSN 1519-3829.

VITOLO, M.R. Nutrição: da gestação ao envelhecimento. 2. ed., Rio de Janeiro: Rubio, 2015

VITOLO, M.R.; LOUZADA, M.L.C.; RAUBER, F. Atualização sobre alimentação da criança para profissionais de saúde: estudo de campo randomizado por conglomerados. Rev. bras. epidemiol. [online]. v.17, n.4, p.873-886, 2014. ISSN 1980-5497.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Arquivos Brasileiros de Alimentação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Arquivos Brasileiros de Alimentação, Recife, PE,Brasil. e-ISSN 2446-9262

Licença Creative Commons